Walcyr Carrasco
Walcyr Carrasco fala sobre criação de A Dona do Pedaço (Imagem: Reprodução / Globo)

Autor de A Dona do Pedaço, Walcyr Carrasco admitiu em entrevista no Conversa com Bial que fez a atual novela das 21h com “certa pressa”. O escritor confessou que tinha um tempo curto para entregar a sinopse da trama, que virou alvo de críticas por falta de história, coerência e criatividade.

Na sessão “revelações”, o famoso disse que contou com a ajuda de Silvio de Abreu, atual diretor de dramaturgia da Globo. “Essa trama eu fiz com uma certa pressa. Tinha um tempo curto, (o diretor de dramaturgia) Silvio de Abreu me ajudou a discutir a sinopse”, afirmou. “Fiz em três semanas”, surpreendeu.

Com várias atrizes livres, Walcyr declarou que Juliana Paes foi sua primeira opção. “Quando criei estava fascinado pela Maria da Paz. A primeira opção foi a Juliana”, disse ele, que falou sobre o seu método de trabalho: “Depois que vejo a novela sento para escrever. Depois vou relaxando na madrugada fumando charuto para os personagens irem embora”.

As críticas não têm despertado o sono de Carrasco, que se baseia no sucesso da sua novela pela audiência. “Não respondo porque existe a reclamação no Twitter principalmente. Eu faço a história e vejo a audiência. A gente tem dado 40. Se dá 40 está indo bem, o público está aceitando”, argumentou.

Para a criação de A Dona do Pedaço, o autor pegou duas coisas que ele definiu como fundamentais: “Uma, o fenômeno da internet, que é a Vivi Guedes, o outro é o fenômeno brasileiro, que é aquela pessoa que vai fazer uma coisa, que ela sabe fazer e consegue ganhar dinheiro com isso, que é a Maria da Paz”.

Walcyr mostrou entusiasmo por Verdades Secretas 2. “Existe o projeto, existe o convite. Espero que daqui a mais ou menos um ano a gente faça. Tem que ter mais ou menos os mesmos personagens para termos a continuação”, apontou. A trama tem estreia prevista para 2020.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA