Walther Negrão praticamente não escreveu “Sol Nascente”

Prevista para acabar em dois meses, “Sol Nascente” chegará ao fim sem ter contado com uma participação efetiva daquele que seria seu principal autor. De acordo com o jornalista Daniel Castro, Walther Negrão escreveu apenas 24 dos 167 capítulos que a trama terá, delegando a maior parte do texto aos co-autores Suzana Pires e Júlio Fischer – que nunca antes haviam assinado uma novela como titulares.

O criador de folhetins como “Tropicaliente” e “Flor do Caribe” escreveu a sinopse da atual trama das 18h em conjunto com Suzana e Fischer. No entanto, ele começou a apresentar problemas de saúde antes mesmo da estreia de “Sol Nascente” e passou a maior parte do tempo afastado do trabalho para se tratar.

A primeira internação foi em janeiro de 2016, por conta de um AVC, mesmo quadro que levou Negrão a passar quase 40 dias em tratamento no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, no mês de maio. No início de novembro, com o folhetim já em exibição, ele voltou a ser internado, desta vez por conta de um quadro de apneia do sono. Teve alta uma semana depois, mas retornou quase em seguida, apresentando anemia.

Embora a Globo nunca tenha se manifestado oficialmente sobre a ausência de Walther Negrão na equipe de titulares de “Sol Nascente”, nos bastidores da Globo já é dado como certo que ele não retorna mais aos textos do folhetim. Caberá a Suzana e a Fischer conduzirem sozinhos a história de Mário (Bruno Gagliasso) e Alice (Giovanna Antonelli), cujo último capítulo está programado para ir ao ar no dia 10 de março.


Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Não serão aceitos comentários preconceituosos, que façam propaganda e/ou spam de qualquer tipo. Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo ;)