5ª temporada do “Dancing Brasil” de Xuxa amarga pior média do reality

Xuxa
“Dancing Brasil” de Xuxa Meneghel chega ao fim com pior média-geral da história (Imagem: Reprodução / Instagram)

O “Dancing Brasil” chegou ao final da 5ª temporada com a vitória de Vinícius D’Black e o figurino “diferentão” da apresentadora Xuxa Meneghel. O último episódio do reality conquistou a segunda melhor audiência da edição. Mas na média-geral, o “Dancing Brasil” 5 ficou abaixo de todas as fases anteriores do programa – reflexo, talvez, da grade “em baixa” da Record.

A atração de Xuxa, no ar das 22h30 às 23h53, registrou 6,4 pontos, 9,3 de pico e 11,3% de participação no número de televisores ligados (share); na mesma faixa, 20,1 para a Globo e 8 para o SBT. A grande final do “Dancing” perdeu apenas para a estreia, em 3 de julho (6,7). Na média-geral, foram 5,3 pontos – abaixo da 3ª (6,3), da 4ª (6), da 1ª (5,9) e da 2ª (5,8) temporadas.

A Record também amargou a terceira colocação com “Balanço Geral Manhã” (2,6), “São Paulo no Ar” (4,1), “Fala Brasil” (4,3), “Jornal da Record – 24 Horas” matutino (4), vespertino (4,6) e da madrugada (2,5), “Topíssima” (7,4), “O Rico e Lázaro” (6,5), “Jornal da Record” (7,2) e “MacGyver” (3,5).

Na vice-liderança, o “Hoje em Dia” (4,4 pontos, empatado com o SBT). Também o “Balanço Geral SP” (8,1), as reapresentações de “Bela, a Feia” (7,7) e “Caminhos do Coração” (5,2) e o “Cidade Alerta” (8,6).

O “JR – 24 Horas” exibido durante o “Cidade Alerta”, aliás, foi o único dos quatro boletins espalhados pela grade a consolidar a vice: 7,4 pontos, 7,7 de pico e 14,5% de share, entre 17h45 e 17h52.

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox