14:57 :: 23/09/2017

A Força do Querer

Sobre

Em exibição no horário nobre da Globo desde 3 de abril, “A Força do Querer” marca o retorno de Glória Perez ao seu “habitat natural” na emissora – o horário nobre, onde escreveu sucessos do calibre de “O Clone” e “Caminho das Índias” – após o fracasso de “Salve Jorge”. Agora em parceria com Rogério Gomes, diretor de “Império e “Além do Tempo”, a autora narra uma história de força de vontade e superação, onde a busca pela felicidade será entremeada por constantes desafios e rupturas, de preconceitos, de limites, de tabus e amarras de todo tipo.

A saga começa centrada na figura da paraense Ritinha (Ísis Valverde), uma jovem vivaz, impulsiva e sedutora, cujo maior querer é viver a vida em toda a sua intensidade. Apesar de estar noiva do caminhoneiro Zeca (Marco Pigossi), que a ama com devoção, ela acaba se deixando envolver em um jogo de sedução com Ruy (Fiuk), rapaz carioca de passagem pelo Pará, herdeiro de uma grande empresa no Rio de Janeiro e dono de uma estranha e mística conexão do passado com o prometido da moça.

Comprometido com Cibele (Bruna Linzmeyer), uma moça de sua mesma classe social, Ruy sabe que Ritinha não se encaixa nos planos que ele e seu pai, Eugênio Garcia (Dan Stulbach), traçaram para seu futuro e não demora a abandonar Ritinha. Zeca, por sua vez, fica profundamente ferido ao descobrir a traição de Rita com Ruy e parte de vez para o Rio de Janeiro, decidido a esquecer a moça custe o que custar. É quando conhece Jeiza (Paolla Oliveira), uma mulher independente e empoderada que se imporá em seu destino como uma nova – mas não menos conflituosa – oportunidade de amar.

Jeiza trabalha como policial no Batalhão de Ações com Cães e tem o sonho de se tornar lutadora profissional de MMA. Realizada na vida profissional e com seus objetivos bem encaminhados, ela não tem a mesma sorte no campo amoroso, pois encontra dificuldades em encontrar um homem que aceita e entenda suas metas e estilos de vida. A relação com Zeca será dividida entre altos e baixos, já que, apesar da química evidente que há entre os dois, o entendimento entre eles volta e meia esbarra no caráter rude e machista do rapaz, que não aceita o caráter livre e independente da namorada, muito menos seu envolvimento com “atividades de homem”. Isso acabará levando Jeiza a, em um futuro próximo, interessar-se por Caio (Rodrigo Lombardi), um ético e determinado agente de Justiça.

Assim como ela, Caio também possui um conturbado passado amoroso com Bibi (Juliana Paes), antiga colega de faculdade que o abandonou por não conseguir dividir a atenção dele com seus ideais e o amor pela profissão. Sentindo que Caio era incapaz de corresponder seu amor na mesma intensidade e dedicação, Bibi se separou dele e se entregou à paixão por Rubinho (Emílio Dantas), rapaz ambicioso que, sem a esposa saber, mergulhou de cabeça no mundo do tráfico de drogas para proporcionar uma vida de luxos à sua família.

Quando a casa cair, Rubinho será preso e deixará a família em maus lençóis com a descoberta da vida de crimes que levava. Apesar do espanto e da indignação iniciais, Bibi colocará em primeiro lugar o amor desmedido que sente pelo marido e acabará, ela mesma, assumindo seus negócios depois que ele vai para a cadeia, tornando-se pouco a pouco uma temida traficante. Esse caminho escuso cedo ou tarde a levará a um reencontro com Caio, no qual os dois estarão em lados opostos da jogada e verão postos em cheque os sentimentos que um dia os uniram.

“A Força do Querer” também é a história de Ivana (Carol Duarte), uma jovem com muita sede de viver, mas que tem uma péssima relação com a mãe, Joyce (Maria Fernanda Cândido). Extremamente vaidosa e considerada referência em beleza e elegância, Joyce sempre tentou passar esses valores e preocupações à filha, que conforme cresceu acabou se revelando seu oposto: Ivana tornou-se uma jovem masculinizada, com aparência desleixada e quase sem vaidade, para total desgosto de sua mãe. As coisas tendem a piorar quando, no decorrer da história, a moça se revela um homem trans – homem nascido em corpo de mulher -, disposto a enfrentar todos os obstáculos, inclusive o preconceito de sua própria família para assumir a nova identidade que deseja.

Uma superprodução global, “A Força do Querer” conta ainda em seu elenco com atores como Lília Cabral, Edson Celulari, Humberto Martins, Débora Falabella, Zezé Polessa, Tonico Pereira, Elizângela, Totia Meirelles, Juliana Paiva, Othon Bastos, Raul Gazolla, Giselle Fróes, Betty Faria, Lua Blanco, entre outros.

WordPress Lightbox