Adm de Karol Conká expõe Nego Di após atitude polêmica da equipe: “A cara nem treme”

Karol Conká é parceira de Nego Di no BBB 2021 (Imagem: Reprodução – Globoplay / Montagem – RD1)

Nego Di é parceiro de Karol Conká no BBB 2021, mas parece que a sua equipe não tem gostado nada da aproximação e fez uma publicação polêmica sobre o assunto.

Confira tudo sobre o BBB 2021 na cobertura do RD1

O que eles não esperavam, porém, era que os administradores do perfil da própria Karol fosse rebater. Por meio do Twitter, eles postaram uma foto dos dois juntos e reagiram.

“Dilson, nãaaaaaaao”, escreveram. Foi aí que o perfil de Karol Conká respondeu: “Aahhhh agora a ~madame~ vai se fazer de desentendida?????”. O público amou a confusão.

“As duas pessoas se dando super bem dentro da casa por serem absolutamente escro***. Enquanto aqui fora, seus ADM de redes sociais brigam para culpar o outro pela escrot***”, disparou uma pessoa.

E a equipe de Karol rebateu: “Nós não queremos brigar com os ADMS do Nego, justamente pelos participantes estarem unidos dentro da casa – o que não condiz com o posicionamento que rolou no perfil ao lado”.

“Hahahhahahahha boa, adm. Querem soltar a bomba toda em cima da Karol”, comentou outra pessoa. “Eu hein, a cara nem treme”, respondeu o perfil de Karol, com muito deboche.

Vale lembrar que, lá dentro, Nego Di tem feito declarações polêmicas e pessoas como Karol e Lumena estão dando apoio.

As duas se dizem militantes em prol dos direitos das minorias, mas viram o colega debochando de Gilberto, imitando seu jeito com gestos caricatos e com a voz fina.

Dentro do quarto colorido, enquanto ele fazia isso, recebia a validação de Lumena, Karol, Fiuk e Pocah, que fizeram questão de se juntar ao deboche sem a menor cerimônia.

A revolta maior por parte do público se deve ao fato de Lumena ter causado a maior confusão ao se deparar com homens héteros se vestindo de mulher nos primeiros dias.

Ela disse que aquilo era muito grave, porque tem amigas transexuais que sofrem com a transfobia por causa disso e que eles estavam brincando com uma situação séria.

Nas redes sociais, a revolta tomou conta. “Ela só milita quando convém a ela”, disparou uma pessoa. “Se fizer parte do clubinho está liberado homofobia, xenofobia, machismo, etc”, outra.

Confira:

Lucas MedeirosLucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›