Advogado de Marília Mendonça revela que encontrou celular da cantora ainda recebendo mensagens

Marília Mendonça
Celular de Marília Mendonça ainda recebia mensagens mesmo depois do acidente (Imagem: Reprodução / Instagram)

Maurício Carvalho, advogado de direitos autorais da Workshop, foi quem reconheceu o corpo de Marília Mendonça e dos demais passageiros que morreram durante o acidente do avião bimotor.

No dia seguinte da tragédia, o profissional retornou ao local e conseguiu recuperar alguns pertences das vítimas, incluindo o celular da famosa ainda recebendo mensagens.

Em conversa com o jornal Extra, Maurício contou: “Havia o medo da cachoeira levar o avião, que estava em um lugar muito instável, impossibilitando o recolhimento de todos os objetos”.

“Quando chegamos lá, encontramos documentos, celulares ainda recebendo mensagens, iPads, roupas…. Foi muito triste e impactante olhar aquilo tudo”, lamentou o advogado.

Carvalho, que trabalha na empresa que agenciava Marília, revelou: “Achamos algo que, aparentemente, é um diário que pode conter músicas inéditas, além de outras coisas. Mas ele estava muito molhado e ficamos com medo de estragar. Preferimos acondicionar de maneira correta, esperar secar até verificar do que se trata”.

Na sequência, Maurício contou que só soube do ocorrido algum tempo depois, já que ficou ocupado durante o dia. Após uma manhã de reunião, ele foi malhar, e só quando acabou os exercícios checou o celular, já cheio de mensagens sobre o assunto.

Quando teve conhecimento do acidente, o advogado chegou na cidade e foi direto para o IML realizar o reconhecimento dos corpos e liberá-los. “Liguei para o escritório e ninguém sabia de nada, as informações estavam totalmente desencontradas, não havia nada sólido. Comecei a receber mensagens de pilotos de avião, porque minha família tem aeronave, e a gente conhece o meio. Pedi para acionar um jato, que já ficou na pista esperando, falei com o empresário e ficamos de prontidão”, contou.

“Só foi o tempo de passar no meu apartamento para pegar minhas coisas e partir. Pousamos na cidade mais próxima e percorremos 150 quilômetros até o local do acidente. Fui chorando daqui até lá”, lembrou.

Marília Mendonça morreu na sexta-feira (05), após a queda de avião bimotor em uma cachoeira na região de Piedade de Caratinga, em Minas Gerais. A Rainha da Sofrência, que faria show na cidade, estava acompanhada de seu empresário Henrique Brasil, seu tio Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e do copiloto.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›