Aguinaldo Silva rebate críticas de Marco Pigossi sobre Fina Estampa

Aguinaldo Silva
Aguinaldo Silva rebateu comentários de Marco Pigossi sobre Fina Estampa; ator viveu Rafael na trama em reprise às 21h (Imagens: Divulgação / Globo)

Aguinaldo Silva reagiu às críticas de Marco Pigossi à “qualidade” de Fina Estampa (2011). Em live conduzida por João Vicente de Castro, Pigossi disparou que a novela na qual ele viveu Rafael “deveria ser proibida de reprisar porque são tantas barbaridades”. A trama voltou ao vídeo em março, às 21h, após a Globo optar pela interrupção de Amor de Mãe por conta da pandemia de coronavírus.

Aguinaldo ligou a fala de Pigossi à censura e minimizou o comentário do ator, salientando os feitos de audiência do folhetim. “Um ator diz que ‘Fina Estampa’ ‘devia ser proibida de ser reprisada’. Acho que ele quis dizer que os 50 milhões de espectadores que a veem deviam ser proibidos de gostar tanto da reprise da novela. E eu, que vivi os tempos da Censura, achando que finalmente era proibido proibir”, alfinetou via Twitter, sem citar nomes.

Em outro post, Aguinaldo foi mais incisivo: “Aliás, deixem que lhes diga uma coisa: quando um artista que se considera libertário diz que o trabalho de mais de 150 pessoas que vivem das artes como ele devia ser proibido. Bem, alguma coisa está errada…”.

Durante o papo com João Vicente para o canal do GNT no Instagram, realizado nesta segunda-feira (10), Marco Pigossi detonou: “Eu tinha 22 anos, com umas mechas loiras no cabelo. Fora o que se falava. Essa novela deveria ser proibida de reprisar porque são tantas barbaridades. É uma loucura passar uma novela dessa”.

Em 2011 era um tempo em que as pessoas ainda podiam se dar o direito de [falar:] ‘Ai, eu não ligo pra política’. Não tinha muito essa… Era o começo dessa discussão. Agora você passar uma novela dessas hoje é uma loucura. […] Eu tenho vergonha de algumas coisas que são faladas na novela, de como são tratadas na novela, vergonha um pouco também da minha atuação, tenho vergonha das minhas mechas loiras. Mas faz parte”, concluiu.

Cabe lembrar que Fina Estampa coroou a trajetória ascendente de Marco Pigossi na Globo. O convite para a novela de Aguinaldo Silva se deu após o êxito do ator em trabalhos como Caras e Bocas (2009) e Tititi (2010). Depois de Rafael, Pigossi foi escalado para Sangue Bom (2013) e Boogie Oogie (2014); em ambas, protagonista. Em 2018, Marco deixou a Globo para atuar em séries da Netflix.

Confira:

CONTINUE LENDO →

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.