Alexandre Frota chama Bolsonaro de canalha após fake news sobre Coronavac

Alexandre Frota
Alexandre Frota solta o verbo contra Bolsonaro em rede social após fake news sobre vacina do Instituto Butantan (Imagem: Reprodução – TV Cultura – SBT / Montagem – RD1)

Deputado Federal por São Paulo, Alexandre Frota (PSDB) ficou irado com mais um ataque do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) contra a Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantan. Revoltado, o tucano chamou o ex-amigo de “mentiroso” e “canalha”.

Em entrevista ao canal SIC TV, afiliada da Record em Rondônia, Bolsonaro disse que a Coronavac “não tem comprovação científica”.

“A segunda mais usada aqui no país, a CoronaVac, o prazo de validade dela é em torno de 6 meses, e muita gente tem tomado e não desenvolve anticorpo nenhum. Então, essa vacina não tem comprovação científica ainda”, declarou.

Em poucas palavras, o presidente cometeu dois erros grosseiros. O primeiro é sobre o número da vacinação pela Coronavac: o imunizante é o mais usado do país.

O segundo erro, o mais absurdo, envolve a eficácia da vacina. A Coronavac, assim como as outras vacinas aplicadas no país, foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em caráter definitivo.

Indignado com o presidente, Alexandre Frota partiu para o ataque no Twitter. “Bolsonaro mentiroso, canalha, espalhando fake news sobre o Instituto Butantan sobre a Coronavac. Você não presta, depois vai correr atrás da embaixada da China”, apontou ele, em referência aos pedidos de insumos para a fabricação da vacina.

Em outro momento da entrevista, Bolsonaro teve uma ideia que já foi pensada e colocada em prática pelo Instituto Butantan:

“Você me deu uma ideia, a gente pode pegar uma cidade menor de Rondônia e pegar uma vacina como a Pfizer, que não é a CoronaVac, e jogar naquela cidade. E jogar a CoronaVac em outra. O pessoal vai reclamar da gente, quem pegar a CoronaVac vai reclamar, mas a gente pode pensar nisso daí. Eu dou a ideia para o ministro Marcelo Queiroga e a gente tenta”.

A imunização de toda a população adulta de Serrana, no interior paulista, com a CoronaVac, fez os casos sintomáticos de Covid-19 despencarem 80%, as internações 86%, e as mortes 95% após a segunda vacinação do último grupo.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›