Ana Maria Braga chora ao falar da morte de Paulo Gustavo e revela decisão do Mais Você

Ana Maria Braga
Ana Maria Braga não segurou as lágrimas ao falar da morte de Paulo Gustavo (Imagem: Reprodução – Globo – Instagram/ Montagem – RD1)

Ana Maria Braga abriu Mais Você, da Globo, desta quarta-feira (5), sem conseguir segurar as lágrimas ao falar sobre a perda de Paulo Gustavo. O comediante morreu na noite de ontem (4), após complicações da covid-19.

Muito abalada com a morte do ator, a apresentadora lamentou a perda e ressaltou o grande legado de alegria deixado pelo famoso. Ela ainda ressaltou que o matinal fará homenagem especial a Paulo na próxima sexta-feira (7).

“Nossos corações estão apertados porque vamos sentir muita falta da alegria do Paulo Gustavo. Mais uma vítima desse vírus tão sorrateiro. Ele nos deixa personagens inesquecíveis. Rever os filmes dele tornaram a pandemia menos tenebrosa. Mas agora ele se foi”, declarou a artista.

Ana Maria Braga ainda disse, emocionada: “Eu tive o privilégio de desfrutar da amizade dele, aqui no programa e na minha casa, e era sempre uma delícia. Vou guardá-lo no meu coração”.

A apresentadora da Globo aproveitou e desejou força ao viúvo Thales, aos filhos Romeo e Gael, e a Dona Déa, mãe de Paulo.

“É antinatural perder um filho, é uma dor que uma mãe não deveria ter que enfrentar. Eu me solidarizo com você, Déa”, afirmou a titular do Mais Você, que vai reunir os melhores momentos do comediante a exibir um compilado na sexta-feira.

Paulo Gustavo morreu em hospital do Rio de Janeiro, aos 42 anos. O famoso é mais uma vítima da doença que já matou mais de 400 mi brasileiros em um ano.

O artista estava internado em hospital do Rio de Janeiro desde o dia 13 de março devido às complicações provocadas pela Covid-19. Seis dias depois, ele chegou a apresentar melhora no quadro geral.

Porém, no dia 22 do mesmo mês a situação regrediu e o comediante precisou ser intubado. Na ocasião, os médicos anunciaram que ele “necessitou entrar em ventilação mecânica invasiva, para ser tratado de forma mais segura”.

No dia 2 de abril, o quadro dele piorou novamente e ele passou a utilizar uma terapia que se assemelha ao uso de um pulmão artificial. Já no último domingo (2), Paulo Gustavo teve uma redução de sedativos e bloqueadores, chegou a interagir com médicos e o marido, Thales Bretas, mas depois sofreu uma piora.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›