Ana Maria Braga é criticada por comentário em explicação da sigla LGBTQIA+; entenda

Ana Maria Braga
Ana Maria Braga foi alvo de críticas após comentários (Imagem: Reprodução / Globo)

Ana Maria Braga causou polêmica nas redes sociais novamente. Desta vez, tudo aconteceu quando a apresentadora decidiu aproveitar o Dia do Orgulho LGBTQIA+, nesta terça-feira (28), para explicar o significado da sigla no Mais Você, da Globo. Alguns erros, porém, foi percebidos pela comunidade.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

No matinal, por exemplo, a titular do matinal afirmou que lésbica é o termo usado para designar “mulheres com preferência sexual por outras mulheres”. Ela ainda destacou que gays eram “homens que têm preferência por outros homens”. A utilização da palavra “preferência”, no entanto, é um equívoco.

Internautas lembraram no Twitter que o termo lésbica se refere às mulheres que se sentem atraídas afetiva e sexualmente apenas por outras mulheres. Enquanto isso, gays são homens que se sentem atraídos afetiva e sexualmente por outros homens.

publicidade

Veja Também

Ana Maria Braga ainda foi criticada ao falar em “escolha” ao invés de “orientação sexual”. Como é sabido e discutido por muita gente há anos, sexualidade não é algo passível de escolha.

No Twitter, um usuário disparou: “Homem que tem preferência sexual, mulher que tem preferência… escolha sexual. Alguém ajuda a Ana Maria na condução desse programa?”.

“Ana Maria continua falando ser uma questão de ‘escolha’ não é uma opção! Militância errada e desnecessária”, escreveu outra pessoa.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Ana Maria Braga expõe decisão sobre bordão após mudança de horário

Ana Maria Braga tomou uma importante decisão após a alteração do horário de exibição do Mais Você – que a partir da semana que vem passará a ser transmitido em todo o país logo após o Encontro.

Durante a coletiva de imprensa da nova grade matutina da Globo, a apresentadora contou em primeira mão que não pretende deixar de usar o bordão “Acorda, menina”.

“O ‘Acorda, menina’ não é acordar da cama, é acordar para a vida. Eu brinco de tirar a bunda do sofá. As pessoas precisam de palavra de incentivo às vezes”, explicou a famosa.

“Esse primeiro horário da manhã, que vem às vezes do jornalismo, com notícias não tão boas, é a gente dar a leveza, trazer motivação”, disse na sequência.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Luiz Fábio AlmeidaLuiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br