Andréia Sadi e André Rizek mostram filhos gêmeos e deixam famosos encantados

André Rizek e Andréia Sadi
Andréia Sadi e André Rizek mostram filhos gêmeos e deixam famosos encantados (Imagens: Reprodução – Globoplay / Montagem – RD1)

Andréia Sadi e André Rizek se casaram em março de 2020 e em abril de 2021 nasceu o fruto desse relacionamento: João e Pedro, que vieram ao mundo no Rio de Janeiro (RJ). O casal mostrou as crias em posts nas redes sociais, deixando famosos encantados com a fofura.

André postou uma foto abraçado com os filhos, disparando emojis de coração na legenda da publicação. A jornalista publicou a mesma foto, só que caprichou mais no que escreveu para definir a captura:

Meu coração numa foto! E o que aprendemos hoje? Que tô vendo a hora em que vamos desenvolver a técnica de segurar a xícara de café com a orelha e atender ligações com o pé [risos]. Siga-me para mais dicas malabaristas

Lúcio Mauro Filho, que também tem filhos novinhos, ficou babando pelo clique: “Coisa linda papai”. Leilane Neubarth, colega de trabalho na Globo News, corujou os pequenos: “Ah… Morri! Quanto amor e quanto malabarismo”. Ana Paula Renault, apresentadora do Fofocalizando, rasgou elogios ao papai da vez: “Que bênção! E você é incrível”.

A jornalista Carolina Cimenti reparou num detalhe curioso: “A olheira fundamental para pais e mães”. Milton Neves veio com uma forma bastante peculiar de parabenizar André Rizek: “Ô sujeito rabudo: super esposa top e dois de uma vez. Uma dádiva”. Astrid Fontenelle também deu as caras: “Foto linda! Onde cabe o amor”.

Em entrevista ao jornal O Globo, Andréia Sadi contou como foi a decisão do casal sobre a hora de engravidar, em meio aos compromissos profissionais, e como reagiu a saber que seria mãe de dois:

Sempre quis ter filhos, mas tinha dúvida de quando seria o momento certo. Uns três anos atrás, comentando sobre isso com uma amiga da TV, ela falou: ‘Se você planejar muito, não vai ter’. Fiquei com aquilo na cabeça. Quando comecei a namorar o André [2019], falei: ‘Depois das Eleições de 2022 e depois da Copa — pois o nosso calendário precisa conciliar política e esporte — acho que seria uma boa [engravidar]’. Um ano depois, a gravidez veio como um presente. E os gêmeos, como um susto”.

Confira:

Matheus Henrique MenezesMatheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›