Anitta ironiza de forma surpreendente polêmica com Zé Neto e sertanejos

Brenda Viana

30/05/2022

Anitta

Anitta ironiza investigações dos sertanejos (Imagem: Divulgação)

Era para ser apenas uma indireta sobre o possível uso da Lei Rouanet para Anitta, mas acabou virando contra a própria classe. A cantora, depois que viu a situação complicada para os sertanejos, decidiu alfinetar a situação.

Depois que Gusttavo Lima começou a entrar na mira do Ministério Público após as investigações sobre possível desvio de dinheiro público da cidade de Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais, Anitta aproveitou o engajamento da situação e soltou: “E eu achando que estava só fazendo uma tatuagem no meu tororó”.

Vale lembrar que o valor que o sertanejo recebeu, pelo menos a primeira parte, girava em torno de R$ 1,2 milhão da cidade mineira. Após a polêmica vir à tona, o prefeito do município, Fernando Aparecido de Oliveira, apareceu no Instagram da cidade para informar que o show de Gusttavo Lima foi cancelado.

Além do evento do Embaixador, a apresentação de Bruno e Marrone também foi cancelada pelo gestor municipal, o que levantou suspeitas de desvio do dinheiro que estaria destinado à saúde e à educação.

“Infelizmente, não vamos ter que adiar a vinda do ‘Embaixador’. E também do Bruno e Marrone, por questões eleitorais que tentaram envolver Conceição do Mato Dentro, a cidade e minha honra pessoal”, disse o prefeito.

Assessoria de Gusttavo Lima alega não compactuar com ilegalidades

Antes de Anitta se pronunciar, a assessoria do cantor resolveu comentar que não está a par das ilegalidades feitas pelas prefeituras. No entanto, foram claros que não eram obrigados a fiscalizar as verbas.

“Não pactuamos com ilegalidades cometidas por representantes do poder público, seja em qualquer esfera”

Toda contratação do artista por entes públicos federados, são pautados na legalidade, ou seja, de acordo com o que determina a lei de licitações. Com relação a verba para realização de ‘show artístico’, cabe ao ente público federado agir com responsabilidade na sua aplicação”

“Não cabe ao artista fiscalizar as contas públicas para saber qual a dotação orçamentária que o chefe do executivo está utilizando para custear a contratação”, diz outro trecho da nota.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Brenda Viana
Escrito por

Brenda Viana

Brenda Viana é formada em Jornalismo e Rádio & TV. Apaixonada pelo mundo da moda e televisão. Reality show é o seu ponto fraco. Pode ser encontrada nas redes sociais por @brenda_viannaf.