Antonia Fontenelle ataca Tabata Amaral após alfinetada em Bolsonaro

Antonia Fontenelle
Antonia Fontenelle detona deputada por ataque a Bolsonaro (Imagem: Reprodução / YouTube)

Antonia Fontenelle perdeu a paciência com a deputada Tabata Amaral, um dos nomes fortes da bancada feminista da Câmara dos Deputados e uma das defensoras da distribuição de absorventes higiênicos para as jovens e mulheres de baixa renda.

No Twitter, a parlamentar falou em entrevista sobre o seu envolvimento na busca por uma solução definitiva para a questão, incluindo a derrubada do veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Falei sobre a nossa luta contra a pobreza menstrual, que continua, agora pela derrubada do veto do presidente Bolsonaro. Somos 34 parlamentares autores e coautores de diversos partidos e, além disso, essa é uma pauta defendida pela Bancada Feminina. Sigamos”, escreveu.

Na rede social, Antonia Fontenelle partiu para o ataque e criticou a postura da deputada contra o presidente da República: “Te manca! Vai procurar o que fazer por**!”.

Jair Bolsonaro afirmou que o item não aparece na lista de produtos essenciais do SUS. “Quando qualquer projeto cria despesa, o congressista sabe que tem que apresentar a fonte de custeio. Quando não apresenta, se eu sanciono, eu estou incluso no artigo 8 da Constituição, crime de responsabilidade”, expôs em conversa com apoiadores.

“Cada mulher teria 8 absorventes por mês. Ele diz lá no projeto que custaria para nós 1 centavo cada absorvente. Eu perguntei: ‘E a logística para distribuir no Brasil todo?’. Eu não tenho alternativa, sou obrigado a vetar”, admitiu.

Briga judicial

Na briga com Felipe Neto na Justiça, Antonia Fontenelle esclareceu a situação após mais uma derrota contra o famoso. “São um total de quase 12 processos movidos pelo Felipe Neto de um único questionamento que eu fiz. Assédio processual”, declarou em seus Stories do Instagram.

A loira ainda ressaltou aos fãs: “Acaba de sair mais três sentenças, duas o Felipe Neto perdeu e uma eu fui punida de novo e multada em R$ 5 mil reais, por algo que eu nem sei. Deve tá na sentença. Eu não sei do que eu chamei ele”.

“Foi algo menos grave do que ‘m*rda’, não sei o que eu falei. Em duas ele perdeu, nessa eu perdi, vou recorrer porque é primeira instância”, garantiu a também youtuber.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›