Antonia Fontenelle detona a Globo e diz que saiu por odiar pessoas na emissora

Antonia Fontenelle
Antonia Fontenelle detona Globo e afirma que saiu por odiar pessoas na emissora (Imagem: Reprodução / YouTube)

Só precisamos citar o nome de Antonia Fontenelle para saber que vem algum forte posicionamento, já que é seu habitual comportamento em diversas plataformas. Em entrevista a Eduardo Bolsonaro, a loira relembrou sua passagem pela Globo e fez revelações bombásticas.

A atriz foi casada com Marcos Paulo entre 2006 e 2012 (ano que ele morreu) e saiu de lá em 2011, depois de passagens por A Diarista, SOS Emergência e A Vida da Gente; além de personagens fixos nas novelas Malhação e Paraíso Tropical. Em 2012, Antonia partiu para a Record, ficando mais um ano por lá, atuando em Balacobaco e Tá Tudo em Casa. Depois, rumou para o SBT, agora como colunista de um quadro dentro do Programa Raul Gil.

A entrevistada fez questão de enaltecer o tratamento que recebeu na Record, falou ligeiramente de seu salário e criticou duramente os funcionários da Globo: “Eu não gostei das pessoas que fazem a TV Globo. Esposa de um diretor de núcleo da Globo, eu fui trabalhar na Record, com um salário que a Globo não me pagaria obviamente naquela época. Fui muito bem tratada. Hoje a Globo está ferrada. Na minha época, nesse auge, até a mulher que serve cafezinho acha que é famosa”.

Antonia Fontenelle citou um episódio em que, segundo ela, mandaram Louise Cardoso esperar para ser maquiada depois dela e o usou para alicerçar seu discurso: “Eu, como mulher de diretor de núcleo, as puxa-sacos não me tratavam como atriz de Malhação. Me tratavam como mulher do Marcos. Eu não estava ali como mulher do Marcos. Eu estava ali como atriz, igual às outras”.

Apesar de tudo, a agora youtuber ponderou sobre a anterior atividade e se disse capaz o suficiente para se manter na Globo, se quisesse: “E se hoje eu volto lá sem ser mulher do Marcos, ia ser tratada igual aquele modelo que a gente já conhece. Esse tempo que eu fiquei lá, o histórico era de: ‘ela não se encaixa aqui dentro’. Mas se eu quisesse continuar lá, enquanto meu marido fosse vivo, pelo menos, eu teria ficado. Eu não fiquei porque não gostei das pessoas que fazem a TV Globo”.

Sobre seu papel ativo na discussão de pautas políticas, Antonia não descartou a hipótese de se candidatar a uma vaga oficial, mas por enquanto não vê a hipótese como próxima: “As pessoas são muito carentes de herói. É só falar bonitinho. Eu tenho uma lista de gente que diria ‘não vota nesse câncer, ele está te enganando’. Eu, hoje, não tenho pretensão política. Eu já tenho minhas lutas, e espero sem cargo político conseguir resolvê-la”.

Por fim, Antonia Fontenelle riu ao concluir que não teria estruturas para participar de um reality show, como A Fazenda ou Big Brother Brasil: “Acho que na primeira semana eu sairia. Eu faria uma cagada muito grande ali dentro“.

Confira: