Aos 82 anos, Sergio Mamberti é internado na UTI para tratar pneumonia

Sergio Mamberti
Sergio Mamberti está internado tratando de uma pneumonia (Imagem: Reprodução/ Instagram)

Sergio Mamberti, de 82 anos, está internado em hospital de São Paulo desde a última quinta-feira (15) para tratar de uma pneumonia. O veterano, inclusive, está na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para tratar a infecção bacteriana no pulmão.

A informação foi divulgada inicialmente pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, que ressaltou que o artista está em franca recuperação da infecção. O jornalista ainda destacou que feito uma corrente de amigos do famoso que mandaram mensagens de carinho, como o ex-presidente Lula (Lula), Chico Buarque, Fernanda Montenegro e a ex-ministra Ana de Hollanda.

Ao site Notícias da TV, Sergio Mamberti ressaltou: “Peguei uma pneumonia com essa mudança de tempo”. “Pneumonia é muito chato. Mas tive que pegar uns dias de UTI. Até segunda-feira (26) estou no quarto de novo. Os prognósticos são os melhores possíveis”, declarou.

Apesar de estar em UTI, o ator não está com intubação ou sedação. Ele, inclusive, tem recebido visitas de familiares em sua internação.

“Obrigado a todos que estão fazendo preces no Brasil. Eu também retribuo. Tem muita gente sofrendo [nos hospitais]. Mas vamos vencer mais essa. Eu estou em rota de alta. Sou um produto justamente dessa aliança da saúde, que se formou em torno de mim”, agradeceu.

Recentemente, ele lançou uma biografia com detalhes da sua trajetória profissional e questões pessoais antes nunca contadas. Em abril deste ano, o livro Sérgio Mamberti: Ser do Meu Tempo chegou às lojas pela Edições Sesc.

Na produção literária, o veterano também declara seu amor pela mulher Vivian Mehr, com quem viveu durante 18 anos, entre namoro e casamento, e teve três filhos – Eduardo, Carlos e Fabrício. Ela faleceu muito jovem, aos 37 anos, em 1980.

Na sequência, o artista viveu um lindo romance com Ednaldo Torquato. E é com os detalhes desses romances que ele fala sobre sua bissexualidade. “Não adianta esconder”, falou sobre a sexualidade.

“O Ed foi uma coisa mais fortuita. A Vivian foi uma escolha e também teve um lado místico nesse encontro. Mas dois anos depois (da morte da mulher), fui fazer uma peça que viajava pelo Brasil e conheci o Ed, com quem estabeleci uma grande relação de amizade. Depois, ele precisou fazer uma operação e veio para São Paulo. Ele teve que ficar seis meses aqui. E pronto, nunca mais saiu daqui (risos)”, detalhou Sérgio em entrevista ao site Notícias da TV.

Sobre a bissexualidade, o ator conversava abertamente com a companheira. Com Torquato, ele viveu 37 anos. Para a família, a relação não era um segredo. Ed, como era carinhosamente chamado por todos, não era só um amigo. “Como é que eu ia esconder dos meus filhos que eu estava com um companheiro, sendo que ele morava comigo?“, questionou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›