Apoiador de Bolsonaro, Sikêra Jr protesta contra quarentena, mas se isola com coronavírus

Sikêra Jr
Sikêra Jr defendeu retorno às ruas, mas se contaminou com Covid-19 e está em casa (Imagem: Reprodução / RedeTV!)

Das voltas que a vida dá, Sikêra Jr pode dizer que viu o mundo girar como uma “roda gigante” após ser contaminado pela Covid-19. O apresentador da RedeTV! tem usado o Alerta Nacional – telejornal que apresenta na emissora paulista por meio da TV Acrítica, do Amazonas – para bradar contra o isolamento social proposto pelas organizações responsáveis de Saúde.

Defensor radical do governo de Jair Bolsonaro, Sikêra passou a criticar as medidas adotadas pelo Ministério da Saúde, então sob a tutela do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, pondo em cheque a necessidade do “cativeiro”. Ao vivo, o apresentador reforçou as palavras de Bolsonaro e criticou o confinamento da população brasileira, alegando que a economia precisaria funcionar.

De acordo com o âncora, as pessoas deveriam retornar às atividades normais, ao trabalho e levarem uma vida como antes. “Para morrer basta estar vivo. Fazer o que?”, disse o apresentador em uma de suas declarações na TV, que orna com as frases desferidas pelo presidente, de maneira inconsequente, à imprensa.

No entanto, o que chamou a atenção foi que Sikêra Jr pegou a Covid-19 e desapareceu da TV. O apresentador, que mora em Manaus – uma das capitais que mais sofre com a pandemia -, resolveu dar às caras na TV apenas para explicar o disse me disse sobre sua saúde e após, segundo o mesmo, uma fake news circular dizendo que seus pulmões estavam comprometidos.

Dentro do Alerta Nacional, que vem sendo apresentado por uma colega de emissora, Sikêra contou que está com a doença, mas que não a pegou na rua. Ele disse que o contágio foi por causa de uma enfermeira que presta serviços à sua família. “É uma surpresa, né? A gente acha que só pega fogo na casa do vizinho. E a vida me deu essa lição. A gente não acredita enquanto não acontece com a gente, né? Enquanto acontece com o nosso vizinho, normal. Mas quando acontece conosco, a história é outra. E é isso. Estou aqui, apesar de tanta especulação”, explicou.

O animador foi afastado da TV após se sentir mal durante a edição local do Alerta Amazonas, exibido apenas para o Estado. Sikêra Jr pediu para deixar o programa e foi substituído às pressas. A explicação foi que ele se sentiu mal, porém, já estava apresentando os primeiros sintomas de Covid-19.

Agora, o âncora recupera-se em casa, isolado, e mantendo a quarentena para não contaminar seus colegas de trabalho que, diga-se de passagem, entraram em pânico ao saberem da infecção do apresentador que vive interagindo diariamente com seu elenco.

Diante dos últimos fatos, a melhor ação, com amor, contra a disseminação do Coronavírus é ficar em casa, isolado, para não contaminar outras pessoas. Mesmo pondo em dúvida tal atitude, parece que Sikêra Jr entendeu na dor como deve ser feito o controle da doença.

Vale reforçar aqui a importância de usar os veículos de comunicação em razão da prestação de serviço ao público. Falar para as massas requer maior zelo pela informação e, principalmente, na emissão da mensagem que, mesmo sendo feita com a melhor das intenções, pode ser distorcida na recepção da mesma, afinal, nem todos têm o mesmo entendimento sobre os acontecimentos, assuntos e opiniões. Cabem às pessoas responsáveis a função de jogar luz sobre os fatos, e não maquiá-los.

Veja o desabafo de Sikêra:

CONTINUE LENDO →

Reuber Diirr é formado em jornalismo pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Com passagens pela Record News ES e TV Gazeta (Globo/ES), é apaixonado por televisão e acompanha as coletivas de imprensa com matérias exclusivas em vídeos com os artistas para o RD1. Além disso, produz conteúdo multimídia com as principais informações dos famosos para o Instagram, Twitter, Facebook e Youtube do RD1. Acompanhe os eventos com famosos clique aqui!