Após 1 ano de pandemia, GloboNews consolida o 1º lugar entre os canais de notícias

GloboNews
Maria Beltrão no Estúdio i; GloboNews alcança o primeiro lugar entre os canais de notícias após 1 ano de pandemia (Imagem: Reprodução / GloboNews)

A pandemia do coronavírus completou 12 meses e em meio ao número gigantesco de casos e mortes, a informação se tornou fundamental na luta contra o vírus. A GloboNews se destacou ao longo do último ano e consolidou a sua posição como o canal de notícias com maior audiência no país.

No PNT (Painel Nacional de Televisão), o canal da Globo ocupou a segunda posição entre os canais mais vistos da TV por assinatura, e o primeiro lugar entre os canais do gênero, superando a CNN Brasil, a BandNews e a Record News.

Em São Paulo, considerado o principal mercado publicitário do país, a TV foi líder com média de 0,734 ponto. No prime time, o horário nobre da TV, a GloboNews registrou um crescimento de 59%. Mais de 30 milhões de pessoas passaram a assistir a GloboNews nos últimos 12 meses.

De 15/03 do ano passado até 14/03 deste ano, a emissora ficou 71% acima da soma de todos os concorrentes, a CNN, a Band News e a Record News. No público AB, a GloboNews teve crescimento de 58% em relação ao período anterior ficando em 1º lugar no ranking da TV por assinatura.

Em fevereiro, a emissora de notícias ficou em terceiro lugar na média. Entre 1º e 28 de fevereiro, na média 24h do PNT (Painel Nacional de Televisão), o Viva alcançou 0,3 ponto de média e o primeiro lugar entre os canais pagos. Em segundo lugar, o Multishow, que foi absurdamente beneficiado pelo enorme sucesso do BBB 2021. Sempre após a edição ao vivo do programa na Globo, o canal de entretenimento na TV por assinatura exibe quase 1 hora da casa em tempo real. No último mês, o canal deu 0,2 de média.

Empatado na posição surgiu a GloboNews, com 0,2 de média. Em fevereiro, o canal de notícias repercutiu a imunização da população contra a Covid-19 em todo o país, além de informações envolvendo o mundo político no país e no exterior, como a gestão Biden, nos Estados Unidos, e os desdobramentos do novo coronavírus na Europa.

Na disputa com a CNN Brasil, a diferença foi grande. Enquanto o canal da Globo fechou com 0,20 de média, a programação do canal de notícias novato ficou com 0,06. A Record News deu 0,14 e a BandNews fechou o mês com 0,03.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›