Após acusações de assédio, Marcius Melhem afirma que Dani Calabresa quer vingança

Marcius Melhem
Marcius Melhem rebate entrevista de Dani Calabresa ao Saia Justa, do GNT (Imagem: Reprodução / Record)

Marcius Melhem reagiu em entrevista ao jornalista Ricardo Feltrin, da Splash, após a participação de Dani Calabresa no Saia Justa, do GNT, onde a atriz comentou sobre a acusação de assédio feita por ela e outras funcionárias da Globo contra o ex-chefão do departamento de Humor da emissora.

“Ela quer fazer crer que você mostra nudes a seu chefe para disfarçar, sem ele nem pedir; que, para fingir normalidade uma semana depois de um suposto assédio, responde em privado a um parabéns enviado no grupo, convidando seu chefe para ir à Disney e agradecendo por tudo que ele é de bom na sua vida. Que, para não sofrer boicote, liga para falar da sua vida ou mal de algum colega”, recordou Melhem no bate-papo.

Ao Saia Justa, Dani Calabresa reafirmou a sua época de insegurança quando o ator era o responsável pelos programas de humor da Globo. “Hoje, analisando, por causa do trabalho eu não reagi antes. Tinha tanto medo de sofrer algum boicote, ser prejudicada, que não reagi antes. Assédio é tão assustador que a gente tenta negar para a gente mesma”, definiu.

“Tenta fingir que aquilo que está acontecendo é normal”, acrescentou. “Você segue do jeito que consegue, fingindo normalidade, tentando ser legal, dizendo que tá tudo bem, que não está brava”, manifestou.

“Nada autoriza assédio. Nenhuma brincadeira, nenhuma mensagem autoriza assédio”, pontuou Calabresa. “Naquele dia foi carinhosa, riu, bebeu, não interessa. Ninguém tem o direito de forçar o contato físico com ninguém. É preciso permissão”, ressaltou.

“Dani Calabresa vai distorcendo a realidade, tentando se encaixar num perfil que a sociedade compre e que, infelizmente, acontece todos os dias. E, como mulher, sua palavra tem muito valor”, afirmou Marcius Melhem.

“Eu, como homem, estou a priori errado e condenado. Mas peço o benefício da dúvida e atenção aos atos e à cronologia dos fatos”, solicitou. “Então, quando eu a processo e começo a mostrar provas, ela corre e pede à Justiça para me calar”, reclamou. “E depois tenta convencer as pessoas de que ela que buscou a Justiça primeiro. Ela vai moldando o discurso às circunstâncias para receber apoio e aplauso”, completou.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›