Dan Ferreira lutou contra Síndrome de Guillain-Barré (Imagem: Reprodução / Instagram)

Dan Ferreira falou abertamente sobre o diagnóstico que recebeu no início do ano. Depois de passar mal, ele foi ao pronto-socorro e após exames foi diagnosticado com a Síndrome de Guillain-Barré.

Em entrevista ao site da jornalista Patrícia Kogut, Dan afirmou que o corpo reagiu aos medicamentos e a fisioterapia, essencial para combater a doença. “Meu corpo reagiu muito bem aos medicamentos. Ainda estou fazendo fisioterapia para recuperar os movimentos por completo, pois ainda não tenho a minha força total. Não consigo correr muito, por exemplo. Só a fisioterapia vai ajudar, mas é 100% reversível. Mas estou bem e conseguindo trabalhar. É só uma questão de tempo para voltar a estar como antes”, afirmou.

O ator contou que assim que sentiu o primeiro mal-estar foi para o hospital. “Assim que senti a primeira fraqueza nos braços e nas pernas, corri para o hospital. A minha recuperação foi bem rápida e passei só uma semana internado”, lembrou. “Segundo os médicos, esse período foi recorde porque, geralmente, os pacientes com essa síndrome ficam um mês. Com três semanas já conseguia correr”, completou.

Sua rotina continuou a mesma, só recebeu a recomendação de não exagerar e focar na fisioterapia. “É o que tem ajudado e está sendo tipo um milagre. O fisioterapeuta José Vicente Martins tem me auxiliado e me preparou para os filmes”, declarou.

Entre os novos trabalhos após o retorno da agenda, ele gravou “Alemão 2”, onde viveu um policial honesto, com direito a cenas mais pesadas. “Mesmo se não tivesse nenhum problema de saúde, as cenas de risco seriam feitas por um dublê. Mas ainda não tive essa necessidade de recorrer a eles. Isso está me deixando feliz, pois estou conseguindo cumprir meu trabalho”, destacou.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!