Após indireta a Bolsonaro, Alexandre Garcia sai em defesa do voto impresso

Alexandre Garcia
Alexandre Garcia defende o voto impresso após live de Bolsonaro (Imagem: Reprodução / CNN Brasil)

Alexandre Garcia deu sua visão sobre o voto impresso, algo pedido, implorado e por vezes exigido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para as eleições do próximo ano. A manifestação do comentarista da CNN Brasil veio à tona após uma indireta ao “capitão”.

“Ter apuração transparente e segura é como acrescentar uma tranca na porta”, comparou no Twitter. “Não precisa mudar a porta, só torná-la mais segura. Se alguém discordar, você vai desconfiar”, continuou.

O bolsonarista completou sua fala com uma definição sobre a volta do voto impresso: “Afinal, é só um reforço à fechadura, para dissuadir mal-intencionados. E para que você durma ou vote tranquilo”.

O ex-contratado da Globo mostrou um pensamento totalmente diferente da sua ex-colega de trabalho, Mariana Godoy. No Fala Brasil, da Record, a âncora defendeu o sistema eleitoral brasileiro e reclamou da live ‘bizarra’ de Bolsonaro na última quinta-feira (29).

Ele prometeu provas contra as supostas fraudes eleitorais, mas admitiu que não tinha nenhuma. Após uma reportagem sobre a transmissão, Mariana esclareceu que “todas, absolutamente todas as denúncias que foram feitas nas últimas eleições foram checadas, conferidas, avaliadas, analisadas e investigadas”.

“Não se chegou a nenhuma prova de que há fraude nas urnas eletrônicas. Elas são seguras, aliás, elas emitem um recibo impresso, que pode ser conferido depois, que é auditável”, discursou.

Alfinetada

O comentarista da CNN Brasil surpreendeu no início do mês e sugeriu o fim do apoio ao presidente. O recado do jornalista ao atual governo deixou a web bastante impressionada.

“O corrupto não é hipócrita, porque já corrompeu a própria consciência e não tem dilemas entre o bem e o mal. Para ele, fazer o mal faz bem, porque não tem ética. Por isso, age mal com naturalidade e cheio de razão, como eficiente psicopata que é”, escreveu.

Até Felipe Neto colocou o dedo na discussão com uma dose de ironia: “Ei, não fala assim, ele ainda é seu presidente. Tem que respeitar”.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›