Após negociar com emissoras, Flamengo toma decisão sobre jogo na TV aberta

Flamengo
Flamengo trava briga na Justiça com a Globo (Imagem: Divulgação / Globo)

O Flamengo começou conversas com canais da TV aberta para a venda dos direitos de transmissão dos seus jogos no Campeonato Carioca. A Record disse não, a RedeTV! mostrou interesse, mas as negociações não avançaram. A direção do clube não crê na exibição do jogo contra o Boavista na TV, mas garantiu uma transmissão própria.

De acordo com as informações do UOL Esporte, a partida da próxima quarta-feira (1º), no Maracanã e sem público, será transmitida apenas pela FlaTV, segundo o time, caso não exista um impedido judicial após a ação movida pela Globo.

Luiz Eduardo Baptista, vice de relações externas, se pronunciou sobre a MP que modificou a Lei Pelé. “Precisamos democratizar o acesso ao conteúdo e à informação. Não há vida no futuro se a não entendermos o que está acontecendo no mundo. Casamento arranjado não funciona. A gente quer que o rubro-negro na Austrália, no Acre e nos Estados Unidos veja o jogo e nossos esforços são via streaming. A ideia é essa, seria uma forma de homenagear a MP [Medida Provisória 984]”, declarou.

Ainda de acordo com a reportagem, além da plataforma do Flamengo, a possibilidade do jogo ser transmitido pelo Facebook ganhou força, mas nada foi definido. O assunto entrou em debate e avaliação técnica para a possível operação.

Vice jurídico do Rubro-Negro, Rodrigo Dunshe falou sobre os acordos já firmados com a emissora carioca. “A Globo é nossa parceira no Brasileiro e outros torneios e uma potencial cliente para o Carioca. Mas não há contrato com a Globo e o Flamengo está livre para exercer um direito reconhecido por lei”, defendeu.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.