Após sete reprises no SBT, A Usurpadora supera novelas no Globoplay

A Usurpadora
Fernando Colunga (Carlos Daniel) e Gabriela Spanic (Paulina) em A Usurpadora; novela supera tramas brasileiras no Globoplay (Imagem: Divulgação / Televisa)

O sucesso de A Usurpadora no Globoplay foi comprovado com a divulgação mais recente do top 10 da plataforma de streaming da Globo. A produção mexicana, que passou sete vezes na grade do SBT, não só desbancou as novelas do Plim Plim como garantiu a liderança do ranking.

A Usurpadora apareceu como a produção mais vista de todo o catálogo do Globoplay, segundo o Notícias da TV. A novela Um Lugar ao Sol ficou em segundo lugar. Exclusiva do serviço, Verdades Secretas 2 surgiu em terceiro lugar.

A lista seguiu com Panama (Filme), O Silêncio da Chuva (Filme), The Equalizer (Série), Ludmilla: Rainha da Favela (Série), Márcio Donato: Eu Odeio Viver (Comédia), Lady Night (Talk Show) e Amor entre os Juncos (Filme).

Paola Bracho sem fim

No SBT, a história de Paola e Paulina (Gabriela Spanic) dominou a grade por vários anos. A primeira vez foi em 1999. Na época, a produção atingiu excelentes índices de audiência e assustou a direção do canal de Silvio Santos.

Com índices acima dos 10 pontos de média, o dramalhão mexicano chegou aos 26 pontos no último capítulo. Foi a maior audiência de uma novela da Televisa no país.

Naquela época, Gaby veio ao país e até gravou um comercial para uma das empresas do Grupo Silvio Santos. A trama voltou ao ar em menos de um ano, em 2000, e depois regressou em 2005, 2007, 2012, 2015 e 2016.

Mexicanas no streaming

No Globoplay, ao contrário de Marimar, A Usurpadora foi disponibilizada na íntegra. Além das duas novelas estrangeiras, o serviço da Globo conseguiu os direitos de exibição de Maria do Bairro, a série Rubi, baseada na novela de 2004.

A emissora também comprou Sem Medo da Verdade, Operação Pacífico, Império de Mentiras, Amar a Morte, Cair em Tentação, El Bronx e Marido de Aluguel, o remake de Fina Estampa (2011), escrita por Aguinaldo Silva.

O Fogo da Paixão e Betty em Nova York entraram no catálogo antes do anúncio dos outros folhetins. O plano de divulgação das novelas não foi revelado pelo canal.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›