Dercy Gonçalves
Dercy Gonçalves em uma das suas visitas a Jô Soares no SBT (Imagem: Reprodução / SBT)

Dercy Gonçalves (1907-2008) é lembrada até hoje pela sua história como atriz de teatro, cinema e televisão, seus comentários polêmicos sobre a sociedade, a imprensa e a política, e claro, as suas doses de humor.

As aparições de Dercy na imprensa causaram grande repercussão em uma época em que ninguém imaginava internet, rede social ou qualquer meio de comunicação que não fosse o jornal impresso, revista, rádio ou TV.

São vários os momentos em que Dercy Gonçalves mostrou a que veio. Desde entrevistas para o “Roda Viva”, da TV Cultura, até as suas aparições no “Jô Soares Onze e Meia”, no SBT. Estas foram consideradas um marco na história da TV.

Dercy falava de prefeito, presidente da República, a maneira como via o mundo e não deixava de alfinetar a Globo, que na época era a emissora na qual era contratada, mas que não lhe dava espaço na programação. Por outro lado, não deixava de mencionar sua cidade natal, Santa Maria Madalena (RJ), e dos seus amigos mais íntimos, como Fausto Silva e José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni.

Abaixo, você confere os momentos em que Dercy mais mostrou o seu lado irreverente, como na vez em que contou uma história dos bastidores da Globo e um cachê que ela mandou enfiar naquele lugar e até um momento enquanto entregava o seu despacho em um cemitério.

5) Dercy, Globo e o cachê enfiado “naquele lugar”

Dercy Gonçalves
(Imagem: Reprodução / TV Cultura)

Durante entrevista para o “Roda Viva”, aos 88 anos, Dercy destacou que as emissoras de TV eram cruéis com os artistas e deu o exemplo da vez que foi chamada para uma participação especial no “Casseta & Planeta” para interpretar Maria Paula.

“Fazer a Maria Paula. Porra, achei aquilo um espetáculo. Li o texto… Maravilhoso! ‘Vou fazer essa merda! Eu quero a roupa dela!'”, avisou a loira, na época. Maria Paula usava roupas curtas para o programa humorístico. Mas a produção da atração fez o contrário. “Arranjaram uns molambos compridos para mim. Eu falei: ‘Deixa de ser besta! Quero roupa curta, pernas de fora’. Ela é uma gracinha, né…”, elogiou a atriz.

Em seguida, Dercy perguntou qual o valor da participação. “Quanto é?”, perguntou. “Mil cruzeiros”, respondeu a Globo. “Ah, enfia no cu”, disparou a veterana, arrancando gargalhadas dos jornalistas que a entrevistavam. “O Boni ficou puto da vida porque me ofereceram aquilo… Uma molecagem filha da puta com os artistas”, completou.

4) Dercy e um possível nu artístico para a Playboy

Dercy Gonçalves
Dercy Gonçalves falando sobre a Playboy (Imagem: Reprodução / TV Cultura)

Na mesma entrevista, a eterna musa do teatro lembrou a vez que tentou posar nua para a revista Playboy, mas Dercy não estava disposta a aparecer como o público estava acostumado a acompanhar o corpo das famosas.

A global estava de olho em ensaios de nu artístico. “Eu quis mostrar, mas aquela do coelhinho falou que não queria. Eu quis, por que ela me convidou, a Playboy, para fazer… Tem retratos lindos, menina. Posso fazer um nu artístico lindo, sem indecência. Posso fazer com 88 anos”, afirmou.

De olho na repercussão que causaria, Gonçalves decidiu sozinha por um book com nu artístico. “Vou fazer um book no meu banheiro, nua, mas eu tapo! As necessidades a gente mostra, as infelicidades você não mostra”, confessou.

3) Dercy Gonçalves e a pomba-gira

Dercy Gonçalves
Dercy Gonçalves explica episódios em cemitério com pomba-gira (Imagem: Reprodução / SBT)

Em 1995, Dercy participou do “Jô Soares Onze e Meia” e deu declarações polêmicas sobre um embate contra o prefeito da sua cidade natal e da vez em que encontrou com uma entidade em um cemitério logo após entregar o seu despacho.

Após, Dercy contou um episódio em que enfrentou uma pomba-gira: “Eu fui macumbeira, eu fui mãe de santo, recebi e troquei língua com a mulher lá… Fiz diversos despachos”. O fato se deu no Rio de Janeiro. “Eu fui num despacho no cemitério lá… Lá onde? Lá no Rio! Estou indo entregar meu despacho lá, aí eu vi um movimento num outro túmulo. Fui lá ver o que era e estava uma pomba gira”, entregou, levantando da cadeira e mostrando a dança da mulher.

Interrompida, a pessoa mirou em Dercy, que questionou: “O que é?”. “Não gosto de você”, reclamou a pomba-gira. “Vai tomar no cu!”, rebateu a apresentadora, levando Jô Soares às gargalhadas. Jô perguntou o que aconteceu em seguida. “Subiu na hora, subiu na hora. Que eu enfrentei ela. Para cima de mim, pô? O que ela faz eu também faço!”.

Com direito a um conjunto social roxo, a veterana lembrou dos casos com a religião. “Recebi santo, frequentei sessão espírita… Muita fajutagem, muita mentira, muita fantasia! A gente fica em busca de alguma coisa, quer proteção de qualquer maneira. Tudo isso são fraquezas da vida, da juventude… Tudo isso são fraquezas da vida. Depois vai largando, deixando e se acomodando, hoje eu sou capaz de fazer uma coisa dessa”.

2) Dercy e sua moral inabalável

Dercy Gonçalves
Dercy Gonçalves contra o prefeito de Madalena (Imagem: Reprodução / SBT)

Dercy Gonçalves nunca escondeu o respeito que tinha por ela mesmo e a exigência que fazia com os outros quando o assunto envolvia a sua moral. Antes dos 80 anos, Dercy falava o que pensava sem medo de processos. Após as oito décadas de vida, as suas manifestações eram ainda mais ácidas, como foi no caso contra o prefeito de Madalena.

A artista contou a Jô Soares que sua sobrinha havia processado o prefeito de Madalena. Dercy explicou os motivos que levaram ao processo e chamou o antecessor e o atual prefeitos, na época, de ladrões, revelando casos da cidade como desvio de dinheiro público e até uma casa que foi apelidada por ela como a “Casa da Dinda”, em referência ao escândalo envolvendo o ex-presidente Fernando Collor de Mello.

Após a fala, Jô questionou se Dercy não tinha medo de ser processada por conta da maneira que falava dos políticos. “Primeiro que eu tenho 80 anos, meu filho. Foderam!”, declarou, arrancando gargalhadas da plateia e Jô Soares.

Nervosa, a convidada desabafou: “Quem é que tem moral de vir me prender, oh Jô? Ninguém. Me prender? Uma mulher íntegra como eu, trabalhei a vida inteira, sempre fiz bom procedimento, bom comportamento. Exemplar de vida, como mulher, como brasileira… Alguém tem moral para me prender? Venha que dou uma bucetada!”. 

1) Dercy Gonçalves e sua primeira vez

Dercy Gonçalves
Dercy Gonçalves contou detalhes da sua primeira vez (Imagem: Reprodução / SBT)

Dercy ganhou uma homenagem de Hebe Camargo (1929-2012) nos seus 80 anos de vida com um programa especial, que reuniu nomes como Laura Cardoso, Paulo Goulart (1933-2014), Nicette Bruno, Consuelo Leandro (1932-199) e Lolita Rodrigues.

A homenageada contou detalhes da sua vida e um deles causou espanto nos convidados e no público. Dercy deu detalhes da sua primeira vez na cama com um homem. “Eu não tinha roupa, eu tinha uma camisa que tinha na frente escrito ‘Indústria Brasileira, Arroz de Primeira’. Eu vesti minha camisa e mandei ele sair do quarto. Lavei numa bacia que havia nas pensões… Aquele negócio…”, recordou. Hebe, Consuelo e os demais não seguravam as gargalhadas.

A atriz continuou: “Lavei e fui me deitar. Me deitei e ele veio. Eu falei: ‘O que eu vou fazer?’. Ele: ‘Abre para lá’. Eu abri. ‘Fecha pra cá’, eu fechei. Eu não sabia até onde ele iria. Quando eu senti uma coisa estranha que eu pensei que era um facão, eu dei um pontapé nele e sai correndo. Fomos todos para a delegacia. Foi em Leopoldina. Foi meu primeiro amor, então eu sempre fui traumatizada com homem”, confessou.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos