Audiência da TV: Estreia de Law & Order na Band emplaca ótima audiência

Law & Order
Christopher Melloni (Elliot Stabler) em Law & Order; série embala audiência da Band no sábado (30) (Imagem: Divulgação / Band)

Uma das mais bem-sucedidas produções da TV americana, Law & Order estreou na Band no último sábado (30), impulsionando os índices da audiência da faixa então ocupada por Orange Is The New Black – fenômeno da Netflix que abriu o mais novo horário de séries da emissora.

Dados obtidos na Grande São Paulo mostram que, das 22h59 às 23h47, Law & Order emplacou 4,3 pontos e 8,2% de participação no número de televisores ligados (share). A produção arrebatou o terceiro lugar no ranking das emissoras de TV aberta, batendo a Record que, neste período, apresentou o Made In Japão com Sabrina Sato.

A série protagonizada pelo detetive Elliot Stabler (Christopher Meloni) obteve um crescimento de 34% em relação ao primeiro episódio da antecessora Orange Is The New Black. Também de 16% no comparativo com o desfecho da narrativa centrada na presidiária Piper Chapman (Taylor Schilling).

Law & Order acabou embalando as lutas de MMA da faixa SFT Especial (2,2), bem como o Cine Privé (1,6), apresentando o filme Rainha da Sedução (2001). Antes, as reportagens do Documento Band garantiram 0,8 ponto, enquanto outra série, Operação Implacável, marcou 1,9 de média.

Mais cedo, o Jornal da Band superou o Brasil Urgente. O bloco local do jornalístico de José Luiz Datena, das 16h às 18h50, atingiu 3,8 pontos. O noticiário conduzido por Joana Treptow e Lana Canepa alcançou 4,1 de média – recebendo em alta da edição nacional do Brasil Urgente, que amealhou 4,6. A novela Ouro Verde, na reta final, acumulou 2,1 pontos.

CONTINUE LENDO →

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

ALERTAS GRATUITOS