BBB 21 bomba e bate recorde de faturamento meses antes da estreia

BBB 21
Dois meses antes da estreia, BBB 21 bate recorde de faturamento (Imagem: Globo / Victor Pollak)

O sucesso do BBB 20 e os bons resultados de A Fazenda 2020 deram uma boa animada no mercado publicitário. Prova disto é que, dois meses antes da estreia na Globo, o BBB 21 já bateu todos os recordes de faturamento.

Segundo o Notícias da TV, ainda na semana passada, a emissora carioca vendeu a última cota de patrocínio e, com isso, soma uma receita bruta de R$ 470 milhões com o programa. Esse é um recorde histórico.

Com a edição deste ano, que começou de forma tímida e, com o passar das semanas, movimentou o Brasil, a Globo faturou bem menos com anunciantes fixos: R$ 304 milhões. Contando as ações avulsas, foram mais de R$ 400 milhões no caixa.

A publicação, então, informou que, só com as cotas de patrocínio, a nova temporada já elevou o faturamento do canal em 55%. O potencial de receita do plano comercial para o BBB 1 é de R$ 522,350 milhões.

Na atração, agora serão sete cotas de patrocínio, uma a mais que no ano passado. Três são as chamadas cotas Big, a R$ 78 milhões cada, mais quatro Anjo (R$ 59 milhões). Avon, McDonald’s, Seara, PicPay, Americanas, Amstel e C&A são os cotistas.

O BBB ainda fechará quatro cotas de participação (R$ 4 milhões), para anúncios de 30 segundos nos intervalos de todos os episódios. Na última sexta-feira, dez anunciantes tinham lugar na fila por ações de merchandising no programa, que será também o mais longo de todas as edições já realizadas.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›