Bem Estar
Globo criou mal-estar com pauta do “Bem Estar” (Imagem: Reprodução / Globo)

O “Bem Estar”, da Globo, sofreu duros ataques na web após transformar em pauta a morte de um jovem por um segurança do supermercado Extra.

A edição da última sexta-feira (15) do programa usou a morte do jovem como ponte para falar sobre paradas respiratórias. “Ele ficou sem ar menos de três minutos. A gente pode engasgar e ficar sem ar por três minutos. É um acidente que pode ser um acidente doméstico, também?“, questionou Fernando Rocha a Nabil Ghorayeb, cardiologista convidado do dia.

“O idoso, principalmente, que não tem reflexo da tosse, qualquer alimento que seja muito líquido, que entra pelo canal errado, pode parar de respirar. Em alguns segundos, ele dorme, entra em coma e morre”, explicou o doutor.

As críticas vieram até de dentro da Globo. A jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, ficou perplexa com a atitude do programa. “Nota 0 para o Bem Estar de ontem, que usou o gancho do rapaz morto em um supermercado no Rio para explicar os riscos de engasgos e ensinar manobras de emergência. Sem noção”.

Em um vídeo, um segurança imobilizou Pedro Gonzaga em uma das unidades do supermercado. O fato ocorreu na tarde da última quinta-feira (14), e acabou morto por sufocamento. Quem estava perto pediu para que o segurança saísse de cima do rapaz, mas ele não atendeu aos inúmeros pedidos.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!