Bolsonaro ataca a Globo, revive polêmica de Drauzio Varella e diz que canal defende bandido

Bolsonaro
Bolsonaro se enfurece com matéria de jornal da Globo e solta o verbo (Imagem: Reprodução / TV Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) perdeu a linha com a Globo na noite da última quinta-feira (23) por causa de uma matéria veiculada no jornal O Globo sobre a sua visão em relação ao aborto em uma menina de 11 anos vítima de estupro.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

O que aparentemente irritou o político foi o título da matéria. Nele, a informação que Bolsonaro criticou o aborto feito na criança. “Inadmissível”, disse em uma live.

Irritado, o presidente soltou o verbo. “Globo, não adianta induzir as pessoas a acharem que somos de alguma forma coniventes com um crime tão bárbaro como o estupro, ou que não nos preocupamos com o sofrimento de uma criança de 11 anos. São vocês que demonstram desprezo por uma das vítimas: a criança de 7 meses”, argumentou.

publicidade

Veja Também

Bolsonaro salientou que “se existe a chance de preservar duas vidas inocentes, por que não defendê-las?”, e opinou que “a felicidade de uma depende da morte da outra”. O filho do vereador Carlos Bolsonaro continuou:

“Por que quem defende as duas vidas é pior do que quem defende apenas uma? Estranha essa dificuldade para quem defende facilmente a vida de bandidos”.

Bolsonaro revive polêmica de abraço de Drauzio Varella em matéria do Fantástico

Na publicação, o Chefe do Executivo atacou e colocou a imagem de Drauzio Varella abraçando um presidiário, em um episódio que causou polêmica no Fantástico:

“É por enxergar o sofrimento das vítimas e a covardia dos estupradores, que sempre lutei por penas mais duras para este crime, inclusive a castração química. Insensibilidade é promover em rede nacional um abraço quase que romântico a um preso condenado por estupro de vulnerável”.

publicidade

“Para nós, tanto a criança de 11 anos quanto o bebê de 7 meses são vidas que precisam ser preservadas. Para vocês e todos os que promoveram essa barbárie, somente uma dessas vidas importam e a outra pode ser descartada numa lata de lixo, mesmo que exista chance de se evitar isso”, reclamou.

Confira:

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.