Luciano Huck, Bolsonaro e João Doria
Luciano Huck e João Doria foram alvo de Bolsonaro (Imagem: Reprodução – Globoplay / Montagem – RD1)

O presidente Jair Bolsonaro alegou em uma live que tanto o apresentador da Globo Luciano Huck, quanto o governador de São Paulo, João Doria, “mamaram na teta” do governo do PT, dos ex-presidentes Lula e Dilma.

O político destacou o que ele chamou de “caixa-preta do BNDES”, sobre os empresários famosos que compraram jatinhos com a ajuda do financiamento do banco nacional. “Olha a caixa-preta do BNDES aparecendo. Apareceu aquela galerinha da compra de aviões por 3% 3,5% ao ano. Que teta, hein?”, ironizou.

Entre os nomes citados pelo presidente estavam Huck e Doria, os dois possíveis candidatos à presidência em 2022. “Que isso, hein, Luciano Huck, que teta, hein? Não foi ilegal a compra, reconheço. Mas, poxa. Só pra peixe”, alfinetou.

Em seguida, foi a vez do governador de São Paulo ser atacado por Bolsonaro. “João Doria também comprou, João Doria. Comprou também, Doria? Explica isso aí”, pediu, em uma live que reuniu o general Augusto Heleno.

“Só peixe amigão do Lula, da Dilma, e depois eu vejo Doria de vez em quando falando: ‘a minha bandeira jamais será vermelha’. É brincadeira, né. Quando ele tava mamando a bandeira era vermelha com o foice e o martelo”, declarou ele, finalizando com um grito: “Ihu!”.

Lista dos donos de jatinhos financiados pelo BNDES tem Huck, Doria e Claudia Leitte

Uma lista de beneficiados pelo BNDES na compra de jatinhos particulares foi revelada pelo site O Antagonista, que destacou nomes conhecidos pelo público, como o apresentador Luciano Huck, a dupla Victor & Leo, a cantora Claudia Leitte e o governador João Doria (PSDB).

O negócio do jato do apresentador da Globo foi feito em 2013. A compra foi realizada em nome da empresa Brisair Serviços Técnicos Aeronáuticos no valor de R$ 17,7 milhões, via Itaú/Unibanco, com juros a 3% ao ano.

O mesmo banco foi o agente do empréstimo de R$ 6,1 milhões para a compra do avião de Claudia Leitte. O recurso foi liberado há 10 anos, em nome da Bahia Golf Agência de Viagem, registrada no nome do pai da cantora, Claudio Oliveira Inácio. Os juros eram de 4,5% ao ano.

Victor e Leo conseguiram o empréstimo do BNDES por meio do Banco do Brasil, em uma linha de crédito de R$ 6,4 milhões para o jato. O dinheiro foi conseguido em 2009, com a mesma taxa de juros da cantora baiana. O empréstimo saiu em nome da empresa Vida Boa Shows e Eventos, de Vitor e Leonardo Chaves.

A empresa Doria Administração de Bens Ltda, do governador João Doria, comprou um jatinho de R$ 44,03 milhões. O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, divulgou uma lista de 134 empresários que compraram jatinhos a juros subsidiados pelo dinheiro público.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos