Jair Bolsonaro foi o campeão de audiência (Imagem: Divulgação / Record)

As entrevistas com candidatos à presidência da República promovidas pela Record entre 14 e 27 de agosto – às 19h, durante o “Cidade Alerta” de Luiz Bacci –, oscilaram entre 8,3 e 10,8 pontos: Henrique Meirelles (MDB) detém o recorde negativo; já Jair Bolsonaro (PSL) ocupa o posto mais alto da audiência.

Foi Bolsonaro quem abriu as sabatinas, dia 14. No programa seguinte (15), Cabo Daciolo faltou ao compromisso assumido com a emissora, por conta de um “retiro espiritual”, onde se recolheu em um morro. Já na quinta-feira (16), o bate-papo com Guilherme Boulos (PSOL) atingiu 10,5 pontos.

Os encontros foram retomados na segunda-feira (20), com Geraldo Alckmin (PSDB), abrindo uma semana de índices mais “tímidos”. O candidato tucano anotou 9,5 pontos, assim como Ciro Gomes (PDT), na terça-feira (21).

A Record exibiu uma cadeira vazia, e rememorou a prisão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na quinta-feira (23), data reservada ao candidato; Henrique Meirelles ocupou o palco na quarta-feira (22).

Álvaro Dias (Podemos) encerrou a “segunda rodada” de entrevistas na sexta-feira (24), com 8,6 pontos. Já na segunda-feira, Marina Silva (Rede) foi aos estúdios da emissora, elevando os números da atração: 10,3 pontos – o índice mais expressivo, excetuando os conquistados pela sabatina com Bolsonaro e Boulos.

Saiba Mais:

Record veta ex de Marcelo Rezende em homenagem ao apresentador

No ar em “Jesus”, da Record, ator fará “Carcereiros”, da Globo

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA