Bolsonaro
Jair Bolsonaro defendeu Danilo Gentili (Imagem: Reprodução / Globo)

Danilo Gentili recebeu o apoio do alto escalão do governo após a sua condenação por injúria movido pela deputado do PT, Maria do Rosário. Jair Bolsonaro, Presidente da República, defendeu o apresentador do SBT.

Por meio do seu perfil no Twitter, Bolsonaro ficou do lado do artista. “Me solidarizo com o apresentador e comediante Danilo Gentili ao exercer seu direito de livre expressão e sua profissão, da qual, por vezes, eu mesmo sou alvo, mas compreendo que são piadas e faz parte do jogo, algo que infelizmente vale para uns e não para outros”, declarou o presidente.

Danilo respondeu Bolsonaro agradecendo pelo apoio. “Muito honrado! Assim como nunca imaginei um dia ser condenado à prisão por protestar contra censura nunca imaginei também contar com apoio presidencial”, afirmou.

“Também fico aliviado por entender que esse post significa um registro do compromisso do governo com a liberdade de expressão”, completou o contratado do SBT.

Internautas, no entanto, criticaram a postura do político. “Que credibilidade tem um Presidente que outro dia criticava o ‘Golden Shower’, ato isolado que ocorreu no Carnaval de SP em 2019, e agora se solidariza com um canalha, preconceituoso, criminoso e misógino travestido de comediante? E se ele dissesse isso para a sua mulher?”, questionou uma seguidora.

“Com a família que o exército deu 80 tiros, o sr se solidariza?”, indagou uma internauta. “O senhor tem coragem de se solidarizar com agressor de mulheres, mas não se solidariza com família de trabalhador negro assassinado pelas Forças Armadas com 80 tiros. Já imaginou a dor dessa esposa e desse filho? 80, Sr. Presidente. Lamentável. O senhor envergonha o Brasil”, desabafou uma terceira.

Confira: