Bomba no Caso Choquei: Polícia revela atitude da própria Jéssica com fake news sobre Whindersson

Choquei
Polícia encerra investigação sobre o caso Jéssica e Choquei (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

A Polícia Civil de Minas Gerais divulgou nesta quarta-feira (6), o resultado da investigação sobre o caso Jéssica e o perfil Choquei.

A delegacia responsável pelo caso chegou ao entendimento que, a jovem que tirou a própria vida, criou e espalhou a fofoca envolvendo Whindersson Nunes.

O departamento de investigação da polícia disse que Jéssica criou contas falsas, fez montagens e enviou para perfis nas redes sociais, que repercutiram a notícia falsa.

Polícia conclui investigação sobre o caso Jéssica e Choquei

Em coletiva de imprensa, a Delegacia de Homicídios da 4ª DRPC/Araguari afirmou que todas as notícias veiculadas “foi criado e partiu da própria jovem”, e acrescentou que “ela fez toda a montagem e divulgou para as páginas de notícias esse suposto relacionamento dela com o humorista”.

A Polícia Civil revelou ainda que houve um responsável direto por induzir o suicídio da jovem: uma mulher de 18 anos, da cidade de Rio das Ostras, no Rio de Janeiro. Ela foi identificada e indiciada pelo crime de instigação ao suicídio.

Jéssica enfrentava uma forte depressão na época. O caso explodiu na mídia e dezembro do ano passado. Whindersson prestou depoimento e negou qualquer tipo de contato com Jéssica.

[Alerta! Caso você tenha pensamentos suicidas, procure ajuda especializada como o CVV e os Caps (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade. O CVV funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente.]

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].