Brasil atinge 100 mil mortes pela covid-19 e Globo fica em silêncio no JH

Globo
Globo faz homenagem no Jornal Hoje por mortes por covid-19 (Imagem: Reprodução / Globo)

A Globo fez uma homenagem silenciosa no final do Jornal Hoje deste sábado (8), após o país chegar à marca de mais de 100 mil mortes pelo novo coronavírus. Maju Coutinho lamentou o número, se solidarizou com todas as famílias afetadas pela doença e encerrou o telejornal em silêncio. A tradicional trilha do JH não foi levada ao ar.

O Brasil chegou ao triste número de 100.240 mil vítimas da covid-19, segundo o levantamento do consórcio de veículos de imprensa. Eu cheguei a falar um número diferente, mas esse é o número correto: 100.240 mortes“, enfatizou a âncora, direto do estúdio da emissora em São Paulo.

Com o resultado, o Brasil se iguala aos Estados Unidos como os únicos países que ultrapassaram a marca de 100 mil óbitos pela covid-19 desde o início da pandemia, em março. A primeira morte em terras brasileiras foi registrada no dia 17 daquele mês.

Na edição, o jornal deu voz às famílias e amigos que perderam pessoas próximas e escancarou a crise: “O país registra mais de mil mortes por dia. Nenhum país no mundo ficou por tanto tempo com um número tão elevado de mortes. Especialistas dizem que, para sair desse número tão elevado de mortes, é preciso ações governamentais“.

A emissora fez outra homenagem na tarde de hoje, desta vez durante o minuto de silêncio durante o clássico Palmeiras e Corinthians, válido pela final do Campeonato Paulista. Cléber Machado repetiu o número trágico e respeitou o minuto de silêncio com os comentaristas Casagrande e Paulo Nunes.

Confira:

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›