Bruno Fagundes entrega que se assusta com cenas de Cara e Coragem

Renan (Bruno Fagundes) em Cara e Coragem
Bruno Fagundes entrega que se assusta com cenas de Cara e Coragem (Imagem: João Miguel Júnior / Globo)

No ar em Cara e Coragem como o maldoso Renan, Bruno Fagundes se diz aliviado por saber que não tem nada de parecido com o personagem. Na trama, o personagem é bastante abusivo e comete assédio moral com Lou (Vitória Bohn), sua namorada.

publicidade

“Graças a Deus eu não sou o Renan. Fiz terapia, recebi muito amor, cresci assim e estou criando esse personagem com um distanciamento saudável. Junto com o público, me coloco como um aliado para combater o assédio”, afirmou o ator.

Em trechos de uma entrevista divulgada pelo F5, o artista de 33 anos disparou o que pensa sobre o papel. “Agora já vejo que as pessoas estão diagnosticando essas armadilhas das relações muito mais rápido do que há alguns anos”, pontuou.

publicidade

Veja Também

Ciumento, Renan abusa psicologicamente de Lou e comete assédio moral contra a namorada. Por ser coreógrafo da jovem na companhia de dança, o personagem de Bruno Fagundes faz exigências que passam dos limites.

“A função dramatúrgica é justamente causar sensações para que falemos sobre determinado assunto. Essas cenas que já foram ao ar não são nem 5% do que ainda tem por vir. Eu gravei coisas surreais e até me assusto quando leio o roteiro e vejo como esse tipo de pessoa opera”, declarou o artista.

Bruno Fagundes solta o verbo sobre comparações com o pai: “Pessoas são cruéis”

Bruno Fagundes ficou oito anos longe das novelas antes de seu retorno para a trama das sete na Globo. Em entrevista à revista Vam Magazine, o ator abriu o jogo ao falar das comparações com seu pai, Antonio Fagundes:

“Hoje, no auge dos meus 32 anos, está bem mais fácil do que difícil, porque sou um artista com mão no peito, não desisto fácil e sou muito exigente com minha evolução, não aceito distrações”.

publicidade

“Mas, foi uma luta diária e constante até aqui. Isso já mudou radicalmente, mas ainda sinto que existe uma certa preguiça das pessoas em conhecer melhor minha carreira sem mencioná-lo”, afirmou.

Bruno falou ainda que nunca deixou se incomodar por conta das comparações: “As pessoas são cruéis e a pressão é irreal e insana. Uma projeção coletiva, nada mais que isso. Mas eu nunca me paralisei por medo. Nunca bloqueei nenhuma descoberta e exploração minhas”.

“Transformei tudo isso em trabalho. Reagi calado a essa pressão sem sentido, esperando pacientemente minha trajetória me validar”, garantiu.

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Da RedaçãoDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.