Bruno Gagliasso está sendo ingrato com a Globo

Bruno Gagliasso
Bruno Gagliasso trocou a Globo pela Netflix (Imagem: Reprodução / Instagram)

A ida de Bruno Gagliasso para a Netflix demonstra imaturidade e arrogância além de ingratidão. Bruno fez um vídeo de apresentação no serviço de streaming no qual desdenha das novelas da Globo.

Se não fosse a Globo Bruno não seria coisa alguma. Essa mania de jovens que se acham grandes atores e se julgam superiores é um péssimo exemplo para a essa geração.

Bruno Gagliasso se julga superior aos personagens das novelas que fez. Mas quem é ele para se julgar assim? Ele por acaso tem a maturidade de um Marlon Brando? Tem o carisma de um Al Pacino? Tem a história de um Tarcísio Meira? Tem a leveza de um Francisco Cuoco? Tem o vigor de um Antônio Fagundes? Bruno é um menino bonito e sabe decorar textos e os interpreta no limite do acadêmico.

Há muitos anos atrás, na Globo, o grande Lima Duarte não tinha sido feliz numa direção de novela e estava até no limite de não ter seu contrato renovado. Então Boni teve uma conversa séria com o Lima e disse que só renovaria o contrato se ele aceitasse um papel de quinto escalão na novela O Bem Amado (1973). O personagem era um capitão do mato que quase não tinha fala.

Duarte não queria perder o contrato e aceitou o papel. Lima foi sozinho até uma loja da cidade de São Paulo onde se vendiam somente roupas usadas. E ali criou seu personagem Zeca Diabo, que foi a grande revelação de O Bem Amado. Isso é ator, que quando o papel é pequeno no texto faz com que ele seja grande em cena.


Tiago Mind é um famoso e icônico crítico e profissional de TV. Mantém sua identidade oculta para preservar fontes.

*Suas opiniões não refletem, necessariamente, a posição do RD1.

WordPress Lightbox