Carolinie Figueiredo faz desabafo após viver momento difícil em provador de loja

Carolinie Figueiredo
Carolinie Figueiredo fez desabafo no Instagram (Imagem: Reprodução / Instagram)

Voz ativa na luta contra a pressão estética, Carolinie Figueiredo, que fala muito sobre autoaceitação, fez um desabafo no Instagram após viver um momento delicado.

Ao postar fotos em um espelho de loja, a atriz contou: Hoje fui ao shopping comprar roupa pras crianças. Cruzei o espelho e pensei: “Nossa como eu tô bonita’. Registrei a foto. Daí pensei: ‘Já que eu tô me sentindo tão bem vou experimentar uns shorts Jeans que eu só tenho um que vai bem'”.

“Experimentar roupa no provador já me abre muitos gatilhos de emoções difíceis de sentir. Há anos eu visto 43: 44 fica largo, 42 apertado. E por anos tentei me espremer em roupas, culpando meu corpo por estar errado em não caber no short, na TV e na vida. Mesmo assim tomei coragem, me acalmei e me prometi que tudo ficaria bem“, continuou.

Em seguida, a atriz contou que a situação começou a ficar complicada: “Short após short fui encontrando com pensamentos terríveis sobre meu corpo enquanto narrava com sarcasmo, masoquismos e dor tudo que cabia pra fora. Não é só sobre emagrecer ou estar acima do peso, é a maneira cruel que olhamos nosso corpo e como reproduzimos discursos de ódios com nossa imagem”.

“Foi uma sequência de: minha perna está tomada de celulite, aqui prendeu minha coxa larga. Tive náuseas quando levantei a blusa e vi como minha barriga escorria pela lateral. Comecei a me arrepender ‘poxa, eu estava me sentindo tão bem’. Fiz promessas duras sobre o que preciso fazer pra ter ‘o corpo melhor'”, relatou.

“Choro preso na garganta, desisti quando comecei a repassar na mente todos excessos de comida. Aqui me parei a força. Conheço esse gatilho de culpa, arrependimento, pressão e depreciação. Saindo do provador percebi o caminho: entrar em pântanos profundos de me sentir mal”, escreveu a artista, que também é terapeuta.

“Então lembrei da foto de uma mulher que eu atendo como terapeuta. Essa semana ela me mandou uma foto de biquíni e passamos a sessão discursando e sustentando os lugares duros que envolvem os caminhos do amor por si. Não é só por mim que me convido a amar meu corpo. Comecei a escrever pra ela, e pra você, esse texto. Retomar a conexão com meu corpo as vezes é encarar emoções confusas, densas e duras”, pontuou.

Após conseguir passar por esse momento difícil, Carolinie Figueiredo contou o que resolveu fazer: “Deixei as compras no canto e fui me acolher num cookie saboroso. Há anos o açúcar me entende”.

“E se você também, me deixe um coração. Esse texto é um colo pra você que pode compreender que as vezes conectar com @seucorpodemulher também é encarar o que dói. E que esse movimento de enxergar também pode ser pelo amor!”, finalizou.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Carol Bittencourt
Caroline Bittencourt é jornalista, pós-graduada em Comunicação e Design Digital. Atua como redatora e produtora de conteúdo para redes sociais.
Veja mais ›