Globo
Casal de jornalistas da Globo relata caso de homofobia na Bahia (Imagem: Reprodução/ Instagram)

Os repórteres da Globo Erick Rianelli e Pedro Figueiredo usaram seus perfis no Twitter e relataram terem sido vítimas de homofobia no hotel Iberostar, na Praia do Forte, na Bahia.

De acordo com as publicações, o casal solicitou um quarto de casal, mas foi recebida com duas camas de solteiro.

Casados desde 2018, os jornalistas, então, solicitaram a troca, mas o hotel teria se negado a atender ao pedido, e só acataram a solicitação quando os globais ameaçaram chamar a polícia.

“Você sai de férias para e relaxar mas é [vítima] de homofobia logo depois do check in”, lamentou Rianelli em seu perfil na rede social. Pedro Figueiredo classificou o episódio como “a homofobia de cada dia”.

“A homofobia de cada no dia aconteceu também no @IBEROSTAR Praia do Forte. Reservamos um quarto de casal e nos deram um com duas camas de solteiro. Só aceitaram trocar nosso quarto depois que ameaçamos chamar a polícia”, escreveu o repórter da Globo.

Erick Rianelli afirmou: “Você sai de férias pra e relaxar mas é de homofobia logo depois do check in. Foi no @IBEROSTAR Praia do Forte. Reservamos um quarto de casal e nos deram um com duas camas de solteiro. Só aceitaram trocar nosso quarto depois que ameaçamos chamar a polícia”.

Confira as publicações:

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA