César Tralli se confunde, chama Jornal Nacional de Jornal Hoje e vira assunto na web

César Tralli
César Tralli se confunde ao vivo no Jornal Nacional (Imagem: Reprodução / Globo)

César Tralli está muito acostumado com o trabalho no Jornal Hoje e acabou trocando as bolas na bancada do Jornal Nacional. O jornalista confundiu os dois telejornais no encerramento da edição de ontem (2) e acabou virando assunto nas redes sociais.

“O Jornal Hoje fica por aqui, muito obrigado e uma boa noite para você”, declarou o âncora, que estava ao lado de Aline Aguiar, na bancada do JN. Ele retornou ao rodízio, após a liberação da direção para os jornalistas que moram fora do Rio de Janeiro, como é o caso dele e de Rodrigo Bocardi, ambos de São Paulo.

No Twitter, os telespectadores não deixaram a gafe passar em branco. “Cesar Tralli encerrando o Jornal Hoje, mas verdade é o #JornalNacional”, observou um. “Cesar Tralli está mais perdido que a terceira via dizendo que o ‘Jornal Hoje termina por aqui’ no Jornal Nacional”, comentou outro.

Veja Também

“Cesar Tralli ficou tão encantado com a matéria da exposição interativa com paisagens impressionistas de Monet, que encerrou o Jornal Hoje!”, disparou um terceiro.

Alguns ainda classificaram o ato falho como “costume”. Isso porque o famoso é o apresentador do Jornal Hoje desde o final de outubro, quando Maju Coutinho foi anunciada como apresentadora oficial do Fantástico.

Confira a repercussão:

William Bonner faz discurso no Jornal Nacional

Falando no noticiário, William Bonner chamou a atenção do público na última sexta-feira (1º) e apresentou um discurso contra a propagação de fake news. O desabafo do âncora veio à tona depois de uma matéria sobre a queda na vacinação infantil por causa de notícias falsas.

“O mal que as fake news fizeram à saúde, atemorizando mães e pais com mentiras sobre vacinas, representaram um retrocesso enorme em conquistas que o Brasil levou décadas para alcançar. Mas isso é só um exemplo do perigo dessa disseminação de mentiras”, iniciou.

“Porque da mesma forma que ameaçam a saúde das crianças, as fake news tentam minar a confiança dos cidadãos nas instituições da República, no processo eleitoral, na democracia”, continuou.

Bonner destacou que “é preciso estar atento para não colaborar, mesmo sem querer, com essas fraudes”, e complementou:

“Porque uma informação que chega pela rede social pode ter sido enviada com esse propósito. E se todo mundo procurar investigar a veracidade da informação num órgão da imprensa profissional antes de compartilhar, as fake news não vão se espalhar”.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›