Cine Privé
Sylvia Kristel em “Emanuelle 2: Antivirgem”; filme dá terceiro lugar na audiência para “Cine Privé” (Imagem: Reprodução / IMDB)

A Band se deu bem com a volta do “Cine Privé” na madrugada de sábado (31) para domingo (1°). A reprise do clássico “Emanuelle 2: Antivirgem” (1975), estrelado por Sylvia Kristel, rendeu o terceiro lugar na audiência para o canal, atrás apenas da Globo e do SBT.

O “Cine Privé” marcou 1,2 ponto, segundo dados prévios divulgados pelo jornalista Ricardo Feltrin; no mesmo período, entre 2h e 3h35, 5,9 para a Globo, 2,7 para o SBT e 0,7 para Record e RedeTV!.

A sessão de soft-porn – longas-metragens com tramas eróticas, sem nudez frontal – foi criada no início dos anos 1990, no embalo de similares exibidas na Manchete e na Record.

A volta ao ar incluiu a participação de Krishna Mahon, uma das contratadas do canal SexPrivé, pertencente ao grupo Band. Coube a ela apresentar não só a faixa, como também o cartaz em exibição; Krishna também indicou, nos intervalos, que o público “aproveitasse” o filme – com grafismos incitando a masturbação.

O “Cine Privé” é mais uma aposta da Band para reafirmar a quarta colocação no ranking de audiência – e, se possível, galgar melhores posições. Nesta linha de investimentos, também estão a mudança na linha de shows, adiada para 22h45, e a estreia do “Band Notícias”, telejornal veiculado às 22h.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos