Ciro Gomes
Ciro Gomes criticou Jair Bolsonaro (Imagem: Reprodução / YouTube)

O humorista Maurício Meirelles entrevistou o ex-presidenciável Ciro Gomes, que abordou a acirrada disputa eleitoral do ano passado e fez críticas ácidas ao governo de Jair Bolsonaro.

Sobre a disputa presidencial, Meirelles questionou o motivo do político ter tentado por três vezes ser presidente do Brasil. “Eu já me fiz essa pergunta ciclicamente. Política, pra mim, é uma vocação. No meu Estado [Ceará], eu nunca perdi uma eleição, mesmo as presidenciais. Não é porque eu faço milagre, mas é porque eu tenho uma relação verdadeira com as pessoas. Não é virtude nenhuma falar a verdade, concorda?”, começou Gomes.

Ciro discordou do posicionamento de Bolsonaro ao criticar os aspectos físicos da primeira-dama da França, Brigitte Macron, esposa do presidente francês Emmanuel Macron. “Esse presidente da França é um oportunista”, disparou o ex-governador, ao exemplificar a forma como se comunica com as pessoas.

“Ele [Macron] viu que o Bolsonaro está fazendo cagada. Pronto, já falei cagada, mas eu preciso que o povo me entenda. Macron viu a irresponsabilidade que o Brasil está administrando o problema da Amazônia, uma oportunidade de ele aparecer de ‘bonzão’, em uma governo que está desmoralizado na França. O que o Bolsonaro faz? Vai falar do aspecto físico da primeira-dama. O que é isso? E ele, lindo pra cacete, né?”, provocou Gomes.

Ciro falou sobre Bolsonaro ser “outra pessoa”. “O Bolsonaro é outra pessoa que está aí hoje. Ele é um cara que entrou na política defendendo os micro-interesses dos militares aposentados. Quando o PT veio para o poder, começou a falar sobre o que esses militares da ditadura consideram revanchismo – indenizar as pessoas da anistia e que foram perseguidas. Como houve um desgaste em 64, a ala de pensamentos da direita se encolheu e Bolsonaro é a primeira pessoa que sai do armário”, explicou.

“Ele tem problema de armário. Esse outro armário ele também vai ter pensar no futuro se vai sair ou não porque ele tem esse problema. Esse cara só fala em sexo. Do tamanho do pau dos outros”, emendou o ex-ministro, ao que o comediante disse que tal declaração causaria polêmica.

Declarações sobre Patrícia Pillar

Ciro Gomes comentou sobre as polêmicas declarações que fez, no passado, sobre a ex-namorada, Patrícia Pillar. O político disse que foi uma “bobagem”. “Eu não tinha cargo nenhum e falei uma bobagem”, disse.

“[Me arrependo] muito. Dessa daí. Essa daí porque eu quis fazer uma ironia, uma piada besta. Eu nunca fui machista. Metade dos meus secretários na Prefeitura de Fortaleza eram mulheres. Eu sou criado, como todo brasileiro, e no Nordeste um pouco mais – gravemente -, então eu cansei de rir e de reproduzir piadas machistas. Só depois que você vai aprender”, analisou.

“Meus amigos ainda me pedem pra eu controlar as palavras, que eu não posso ser. Lá no Ceará todos entendem como expressão normais, mas em outras culturas, as pessoas ficam assustadas e acham que eu não consigo controlar minhas próprias emoções”, afirmou.

“Ciro presidente”

Sobre ser presidente, Ciro Gomes disse que suas declarações, no posto de presidente da República, teriam contenções emocionais. “Aí você cala a boca. Você não vai falar o que você pensa, mas no cargo, você tem que se lembrar que você não é você. Você é o presidente de uma das maiores nações do mundo. Tem uma liturgia para cumprir e você não pode expor seu país a vexames. Sua opinião deve ser guardada para sua equipe”, explicou.

Ciro também esclareceu que seus eleitores não devem votar pelas suas opiniões. “Eu peço a eles todos que votem em mim pelas minhas ideias, propostas, pelo meu passado e pelo que eu estou propondo”, concluiu.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA