Claudia Raia se diverte ao relembrar primeiro teste na Globo

Claudia Raia
Claudia Raia começou na Globo com 17 anos (Imagem: Divulgação/Multishow)

Com mais de 35 anos de carreira, Claudia Raia começou cedo no mundo do teatro. Sem nem pensar em fazer televisão, a vida da atriz mudou ao protagonizar a peça Choros Line. Em entrevista à coluna de Leo Dias, do UOL, a global lembrou os velhos tempos, incluindo o seu primeiro teste na Globo.

Chorus Line” foi definitivamente onde eu entendi que a minha história era com o teatro musical. Dali fui convidada para fazer a “Playboy”, que na época era uma coisa incrível. O Jô Soares me viu no “Chorus Line”, me chamou para fazer televisão. E o espetáculo foi produzido pelo Walter Clark, que foi o homem que fez a Globo. Esse cara virou meu tutor, ele que assinava por mim porque eu era menor, ele me ajudou a fazer essas primeiras escolhas“, contou.

Ele dizia assim: ‘Você vai ser uma grande estrela e a Rede Globo vai te pegar imediatamente’. E eu não queria saber disso porque não tinha vontade de fazer televisão. Eu não me encantava. Até que fui abordada. O Jô Soares foi assistir ao espetáculo em uma matinê de quinta-feira. Nunca mais me esqueço. Todo mundo falando: ‘O Jô Soares está aí’. Fizemos o espetáculo, e à noite tinha mais uma sessão“, lembrou Claudia Raia, que afirmou que ama muito o presentador.

A gente foi jantar no Antonios, era um restaurante que tinha no Rio, e fui com o Walter e mais três pessoas do elenco. Chegamos lá e encontramos o Jô. Ele estava encantado, impactado porque ele tinha acabado de assistir, e ele me disse duas coisas que fiquei chocada: ‘Há muitos anos não vejo um brilho como o seu. Você vai ser uma das maiores estrelas desse país’“, recordou a famosa, que na época tinha 17 anos.

Mais ou menos duas semanas depois, o convite de ida para a Globo chegou. “Aí corta para a praia, estou eu com um biquinão asa-delta todo enfiado na bunda, aquele momento anos 80, vem um cara e fala assim: ‘Tudo bem, Claudia? Eu sou da Globo e queria te chamar para fazer um teste. Eu falei: ‘Prazer, Raquel Welch’. Continuei para o mar e falei: ‘Ah, gente, era só o que me faltava essa pessoa me cantando aqui’. E era o Paulo Cursino, que era um dos redatores do ‘Viva o Gordo’“, declarou ela, rindo.

Eu não levei a sério. Aí ele me deu o endereço e minha mãe foi no meu lugar, porque achei que era uma bela de uma cantada. Chegou lá, ela falou: ‘Filha, é a Globo mesmo. Você quer vir?’. Eu falei: ‘Eu vou’“, disse.

“Cheguei lá e estava o Cecil Thiré, diretor do programa. O Jorge Doria, que foi meu pai em uma novela, tinha ido ver o espetáculo e falado para o Cecil Thiré: ‘Eu fui ver o Chorus Line e tem a nova estrela do Brasil lá, você tem que ir, ela é uma comediante’. Ao mesmo tempo, o Jô tinha ido e estava escrevendo um quadro para mim, que era o ‘Vamos Malhar’, e eu não estava sabendo de nada disso. Aí ele me convidou para entrar“, contou.

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

WordPress Lightbox