Ricardo Boechat
Ricardo Boechat conduzia programa de rádio na BandNews FM (Imagem: Reprodução / BandNews FM)

Bem-sucedido à frente do “Jornal da Band”, onde estava desde 2006, Ricardo Boechat também foi figura marcante na rádio BandNews FM, na qual conduzia uma atração diária, pela manhã. Dentre os companheiros de sua jornada radiofônica, o colunista José Simão, que falou sobre a morte do jornalista – vítima da queda de um helicóptero nesta segunda-feira (11).

O que mais me dói é não poder falar com ele todas as manhãs. Isso que está me deixando mais devastado”, lamentou. “Eu sou tagarela, e ele também. Ele era uma matraca. A gente sempre se entendeu. Nunca houve uma rusga. Nossa química foi instantânea. Foi ‘pah’, desde o primeiro dia”, prosseguiu Zé Simão.

Ele era um vulcão quando entra em erupção. Eu estou tentando digerir isso. Nossa dupla jamais será retomada. A gente perde um dos maiores jornalistas. Inacreditável isso”, concluiu. As interações entre Ricardo Boechat e José Simão ganharam não só o público da rádio, como também das redes sociais, devido ao bom humor com o qual ambos tratavam assuntos espinhosos.

Cabe lembrar que, ao longo do dia, colegas de emissora e de outros canais homenagearam Ricardo Boechat com depoimentos emocionados. A BandNews FM suspendeu a programação, em sinal de luto. A Band, por sua vez, encerrou o “Melhor da Tarde” mais cedo, dando vez ao “Brasil Urgente”, de José Luiz Datena, todo dedicado à cobertura da morte do jornalista.

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!