Contra a pirataria, Globo fatura centavos na Justiça após gastar bilhões com torneios

Globo
Cléber Machado é narrador da Globo; emissora enfrenta problemas com transmissões de futebol piratas (Imagem: Reprodução / Globo)

No campo da bola, a Globo não está para brincadeira em relação ao número de transmissões piratas na internet. O canal mobilizou o seu corpo jurídico para ações contra os responsáveis pelas ações ilegais, mas o resultado financeiro foi mínimo perto do valor investido.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Por exemplo: o canal líder de audiência venceu uma ação e indenização de R$ 10 mil de Marlon Teixeira Ferreira. Através de seu canal no YouTube, chamado de Notag Games, ele exibiu jogos do Mundial de Clubes da Fifa, de exclusividade do Plim Plim entre 2018 e 2020, segundo o Notícias da TV.

O valor da ação não chega nem perto do investido para os direitos de exibição do torneio. A emissora conseguiu uma liminar que pribia o canal Notag Games de mostrar sua programação de futebol ao vivo no YouTube.

publicidade

Veja Também

Youtuber se defende na Justiça de ação da Globo

Em sua defesa, ainda de acordo com a reportagem, Marlon afirmou que tem pouca visibilidade nas redes sociais e que nunca ganhou dinheiro com a exibição pirata dos jogos. O juiz Paulo Assed não aceitou o argumento:

“Não se pode perder de vista que a empresa autora se viu atingida pela subtração e retransmissão ilícita de conteúdo exclusivo seu, a qual se impõe como único veículo de exibição daquele evento, o que serve, inclusive, para precificação de cotas de patrocínio, sendo, portanto, inegável a existência de dano material, cuja extensão há de ser apurada em liquidação de sentença”.

O magistrado julgou os pedidos da Globo procedentes e condenou o réu “a compensar a autora pelos danos materiais causados”, e a partir disso o valor de R$ 10 mil como indenização foi estipulado.

“Condeno o réu, ainda, na obrigação de não fazer, consistente na abstenção da exibição das imagens do Campeonato Mundial de Clubes, além de não utilizar os sinais da programação da emissora”, encerrou.

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Da RedaçãoDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.