Contrato de ex-BBBs com a Globo proíbe que eles participem de novelas concorrentes

Globo
Globo toma atitude com ex-participantes do BBB 2021 (Imagem: Reprodução / Instagram)

De olho na proteção do seu investimento e em uma possível investida surpresa da concorrência, a Globo não pretende tomar sustos neste ano com os ex-participantes do BBB 2021, ao contrário do que ocorreu no ano passado.

Segundo informações da jornalista Carla Bittencourt, do portal Metrópoles, o acordo com os participantes encerra no dia 10 de maio, daqui cinco dias, mas os brothers continuarão presos contratualmente com relação aos possíveis convites para a dramaturgia.

Em uma cláusula do contrato, o ex-participante do programa comandado por Tiago Leifert não pode fazer nenhum trabalho nessa área em qualquer emissora concorrente, no caso Record ou SBT, as únicas com o departamento, ou plataforma de streaming até setembro.

Caso um ex-participante receba o convite, a Globo deve ser consultada para a liberação ou não. A papelada também diz que os ex-brothers ficam proibidos de estrelar campanhas publicitárias de empresas concorrentes daquelas que anunciaram no reality show ao longo dos últimos três meses.

Ainda de acordo com a reportagem, o valor do contrato é um salário mínimo por semana de permanência na casa. Aquelas falas aleatórias em benefício a qualquer marca patrocinados do BBB 2021 não rende nada além do que uma boa relação com a marca. Dinheiro? Nada.

A ex-participante do BBB 2020, Bianca Andrade, teria infringido a cláusula de exclusividade ao aceitar participar do BBB 20, mesmo já assinado compromisso com a Amazon Prime Video, no qual fez parte junto de um time de famosos do reality show Soltos em Floripa, que foi lançado pela plataforma no mesmo período em que estava confinada no BBB.

A Boca Rosa concordou em pagar a emissora uma multa indenizatória no valor de R$ 150 mil. A ação se arrastava desde julho de 2020 e a decisão final foi tomada no início deste ano. A decisão foi proferida pela 7ª Vara Cível do Rio de Janeiro, na qual o processo foi protocolado.

Pelo descumprimento da cláusula, a Globo pediu inicialmente a bagatela de R$ 500 mil em indenização por quebra de contrato. Em resposta, ela disse que estava disposto a colaborar e juntos chegaram a um acordo.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›