Copa América levanta audiência do SBT, mas apanha da Globo e tem pior média da história

Copa América
SBT estreia Copa América, cresce na audiência, mas perde para a Globo de ponta a ponta em São Paulo (Imagem: Reprodução / SBT)

A Copa América estreou no SBT no último domingo (13) com a vitória da Seleção Brasileira em cima da Venezuela por 3 a 0, mas o resultado não foi o esperado por Silvio Santos ou pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A transmissão ficou na vice-liderança, atrás da Globo.

Com a bola rolando, Brasil e Venezuela deram ao SBT 14,0 pontos de média, pico de 16,1 pontos e 22% de share (número de televisores ligados). Unindo o pré-jogo com o pós-jogo, o SBT anotou 12,7 pontos de média geral.

O número fez o canal paulista crescer quase 60%. Na semana passada, das 18h02 às 19h54, Eliana e Roda a Roda deram média de 8,8 pontos. Além disso, foi um dos melhores números do ano para um domingo no SBT.

No confronto com o Domingão, a Copa América registrou 13,9 pontos de média contra 17,0 pontos da atração comandada excepcionalmente por Tiago Leifert. A Record ficou em terceiro lugar com 7,7 pontos.

Foi um ótimo resultado para o canal da família Abravanel, mas o pior resultado da história da Seleção Brasileira na TV aberta. Em 2019, quando a Copa América era da Globo, a estreia da Seleção rendeu 34 pontos de média. Foi o jogo entre Brasil x Bolívia. No PNT (Painel Nacional de Televisão), a audiência foi de 33 pontos, o mesmo número no Rio de Janeiro. Nas regiões citadas, a liderança veio com folga.

A menor audiência da história da Copa América na Globo foi em 2016, no jogo entre Brasil x Equador: 20 pontos de média em São Paulo, ainda assim na liderança. O índice mais baixo no PNT foi 21 pontos, com Brasil x Paraguai, em 2011. E no Rio de Janeiro, o índice mais baixo foi 22 pontos, também no confronto entre as duas seleções. O número foi repetido em 2016, entre Brasil x Equador.

Os dados são aferidos pelo Ibope na Grande São Paulo, no Rio de Janeiro e no Painel Nacional de Televisão.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›