CPI da Covid aponta que Luís Ernesto Lacombe recebeu dinheiro do governo Bolsonaro

Luís Ernesto Lacombe
Luís Ernesto Lacombe no comando do Opinião no Ar, da RedeTV!; apresentador recebeu dinheiro do governo nos últimos meses (Imagem: Reprodução / RedeTV!)

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Luís Ernesto Lacombe foi beneficiado durante a pandemia da covid-19. O apresentador da RedeTV! recebeu R$ 20 mil de cachê do Governo Federal, segundo informações divulgadas pelo site O Antagonista.

O dinheiro recebido pelo jornalista consta nos documentos enviados à CPI da Covid sobre gastos publicitários do Governo nos últimos meses. A publicação teve acesso aos dados e informou que houve dois repasses para o ex-Globo.

Segundo o site, um dos repasses aconteceu em janeiro, como cachê pela Semana Nacional de Trânsito; e outro em março, pelo empenho de Luís Ernesto Lacombe na “campanha de conscientização das famílias sobre os riscos de exposição de crianças na internet”.

A publicação ainda ressaltou que os dinheiros foram entregues ao famoso por meio de subcontratação de serviços de “áudio e vídeo-pagamento de cachê” à empresa Lala Produções LTDA, de propriedade de Lacombe, pela Calia/Y2 Propaganda e Marketing.

Inclusive, a CAlia/Y2 já está na mira da CPI da Covid, por ser suspeita de financiar a rede de fake news supostamente estimulada pelo atual Governo.

Lacombe já é conhecido como um dos principais defensores de Bolsonaro na televisão. No ano passado, o famoso chegou a receber o apoio do presidente da República após polêmica na Band.

“Luís Lacombe, Leandro Narloch, Caio Coppolla e Rodrigo Constantino possuem algo em comum, que é opinião própria e independência. Isso já é suficiente para serem considerados nocivos dentro de grande parte da mídia”, declarou o político, na época, em suas redes sociais.

Quem também foi beneficiado com dinheiro do Governo foi Sikêra Jr, da RedeTV!. Fiel ao presidente, o jornalista da TV A Crítica também apareceu em um documento entregue à CPI da Covid pela Secretaria de Comunicação.

Segundo a planilha, a pasta fez sete repasses para a empresa de Sikêra Jr, a José Siqueira Barros Junior Produções. Os valores foram depositados de dezembro do ano passado até abril deste ano, sob a justificativa de que ele participou de sete campanhas publicitárias do governo.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›