Globo
Globo vai encher os cofres com o “Big Brother Brasil 19” (Imagem: Divulgação / Globo)

Se 2018 para a Globo foi um ano de vacas magras no quesito faturamento, o mesmo não pode se dizer de 2019. Isso porque, se depender do “Big Brother Brasil 19”, o canal carioca verá o caixa encher substancialmente já no primeiro trimestre do ano.

Segundo o Meio & Mensagem, ao contrário do ano passado, o canal reajustou em 7,8% a tabela comercial do reality show. Agora, cada uma das seis cotas de patrocínio colocadas à venda custarão a bagatela de R$ 37,3 milhões, ante R$ 34,7 milhões das duas edições anteriores (em 2018, a tabela ficou congelada).

Por enquanto, Burger King, Cervejaria Petrópolis (Itaipava), Faculdade Anhanguera e Johnson & Johnson garantiram espaço na 19ª edição da atração. As outras duas cotas que ainda estão à venda a menos de uma semana da estreia estão sendo disputadas por Bauducco, Cielo, Mondelez e Walmart.

Quem abre o bolso para aparecer no “BBB” não só tem evidência nas exibições na TV aberta como, também, nas mídias digitais e TV paga, até 12 de abril deste ano. Apesar do montante alto por cota, que totaliza 223,8 milhões, a Globo poderá ter lucro ainda maior, uma vez que o reality tem inserções de merchandising diversas ao longo do programa em festas, provas e outras ocasiões.

Multishow exibe especial de 19 anos do “Big Brother Brasil”

O Multishow já está entrando no clima de “Big Brother Brasil 19”. Tanto que programou um especial que deve passar pelos principais momentos ao longo dos 19 anos do formato. Apresentado por Titi Müller, o “Big Brother Brasil – Especial 19 anos” será dividido em 18 episódios, um sobre cada edição do reality, exibidos diariamente às 17h30 no canal pago.

A partir desta semana, Titi também volta à ativa com mais um “BBB – A Eliminação”. Sempre às 22h30, o formato traz entrevistas com o eliminado da semana, e o resumo dos últimos acontecimentos na casa. A primeira atração trará o perfil dos participantes da 19ª edição.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos