Daniela Mercury
Daniela Mercury venceu o processo por injúria que movia contra o deputado federal pastor Isidório (Imagem: Reprodução/Montagem RD1)

Daniela Mercury venceu o processo que movia contra o deputado federal Pastor Sargento Isidório (AVANTE/BA) por injúria, após a divulgação de um vídeo no ano passado, com diversas ofensas à cantora.

A agressão se deu pelo fato da baiana ter defendido uma peça teatral onde Jesus era representado por uma pessoa trans. O parlamentar, então, se referiu a cantora com palavras de baixo calão, como “puta”, “endemoniada” e “escrava de satanás”.

Na resolução do Fórum Criminal de Salvador, ficou acordado que o parlamentar terá que gravar um outro vídeo, como forma retratação pública à artista, além de apagar o vídeo antigo.

A Justiça também determinou que o deputado terá que destinar 25% do salário na Câmara Federal, para duas instituições que foram escolhidas durante a audiência, o Instituto Nice de Apoio a Mulheres Travestis e Transsexuais, e ao principal hospital filantrópico de ajuda a crianças na Bahia, o Hospital Martagão Gesteira.

“Me sinto feliz de ter sido deixado claro quem eu sou como militante de direitos humanos e como defensora da democracia. Esse pedido de desculpas me faz acreditar na manutenção dos nossos direitos constitucionais”, declarou Daniela após a resolução da justiça, ao portal Universa, do UOL.

Já o deputado, que revelou não conhecer pessoalmente a cantora, afirmou estar errado sobre a impressão que tinha dela e deu uma declaração onde se mostrou satisfeito com a resolução da juíza.

“Percebi que presencialmente ela é muito agradável. A juíza trabalhou positivamente, a maneira da doutora me fez entender que era bom fazer o acordo com a artista”, relatou Pastor Isidório ao Jornal Correio.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos