Datena desabafa e faz críticas intensas ao prefeito e governador do Rio

Datena
Datena faz críticas ao prefeito e governador do Rio após acidente (Imagem: Reprodução/ Band)

José Luiz Datena ficou furioso no Brasil Urgente, da Band, após o programa exibir entrevistas do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), sobre o desabamento em Rio das Pedras, nesta quinta-feira (3).

Tudo aconteceu quando a equipe mostrava a reportagem sobre o desabamento que deixou duas pessoas mortas. Em seguida, o jornalístico começou a exibir a entrevista com o político, que, na ocasião, prometeu que não iria mais permitir construções irregulares na cidade.

O apresentador da Band interrompeu a reportagem: “Pode parar. Vocês vão repetir o prefeito de novo? Ninguém aguenta mais isso aí”.

“Vocês vão botar político repetindo tudo o que eles já falaram? Vocês votaram no Paes e nesse Castro aí que ninguém sabe quem é que assumiu no lugar do [ex-governador Wilson] Witzel?”, questionou o famoso.

Irritado, Datena seguiu: “Vocês ficam botando político pra mentir pra gente? Pra fazer promessa? Quem muito promete, não cumpre nada. Daqui pra frente não vai ter mais isso [exibir a entrevista]… Isso é mentira desses caras”.

“Foi a mesma coisa que ouvi da outra vez em 2019 que caíram aqueles prédios no Muzena, perto desse local que é domínio de milícia”, disparou ele.

Nesta semana, o jornalista ficou impaciente com mais notícias sobre a alta dos preços dos alimentos nos supermercados do país e rasgou o verbo ao vivo no Brasil Urgente. Ele a atacou o ministro da Economia, Paulo Guedes, e comparou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao comunista Mao Tse-tung.

O apresentador desabafou sobre o assunto logo no início do programa. “Conta de luz mais cara passa valer a partir de hoje. É só no nosso, velho? É só no nosso! Me ajuda aí!”, esbravejou.

“Hoje eu ouvi o presidente Jair Bolsonaro dizer: ‘olha, o nosso negócio é não fazer como a Argentina, que parou de exportar carne, para que a carne fique mais barata [para a população]. O nosso negócio é exportar’. Presidente Jair Bolsonaro, isso é discurso do Paulo Guedes, que quer balanço da economia para provar que o trabalho dele é legal”, detonou Datena.

“O senhor prefere alimentar o seu povo ou exportar para fora e deixar aqui as pessoas morrendo de fome?”, questionou o âncora. “Se o senhor não sabe, quem fez isso foi um dos maiores comunistas de todos os tempos: Mao Tse-tung. Um ditador, canalha, lá da China”, revelou.

“Acho que o ministro dele lá falou: ‘é melhor exportar para a gente investir em armas’. Exportou tudo o que tinha de comida, e de repente as pessoas morreram de fome. Ele requisitava até panelas, garfos e facas e derretia para fazer armas. Quem fez isso foi um comunista da pior qualidade”, reafirmou.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›