Márcio Garcia critica ministra e vira alvo dos partidários de Bolsonaro

Márcio Garcia
O apresentador Márcio Garcia causou polêmica ao protestar contra ministra (Imagem: Divulgação / Globo)

Apesar de demonstrar apoio a candidatura de Jair Bolsonaro, nas últimas eleições, Márcio Garcia surpreendeu ao protestar nas redes sociais contra a fala da ministra Damares Alves, que em vídeo disse que meninos vestem azul e meninas vestem rosa, a partir de uma “nova era” que se inicia no país.

O apresentador ironizou a fala da parlamentar e publicou uma foto vestindo rosa nas redes sociais. A atitude foi alvo de ataques dos militantes do presidente da república e fez com que o global se pronunciasse sobre o seu posicionamento.

“‘Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa’. Um belo exemplo da criatividade linguística. Esta frase é constituída apenas pelas seguintes palavras: uma, artigo indefinido; outra, pronome adjunto indefinido; é, forma do verbo ser, copulativo e de significação indefinida; e coisa, de significação imprecisa e subentendendo tudo o que quisermos. E foi apenas com estes elementos que surgiu a frase acima que sintetiza um axioma da lógica popular”, escreveu ele que dividiu opiniões entre famosos e anônimos.

Após a repercussão, Garcia voltou ao Instagram e publicou uma foto junto de sua mulher, desta vez, com uma camiseta azul. “Amigos, não concordo cegamente nem com meu próprio filho ou com a mulher que eu amo, quem dirá com um partido ou com um político. Tenho opinião e mudo se for preciso, afinal as pessoas mudam. Às vezes para pior. Não sou de direita e nem de esquerda! Sou de centro. Centrado no respeito, na educação, na democracia e no bom senso. Aos que apelam para palavras de baixo calão no meu ‘pedaço’ e que me rotulam pelo lugar em que eu trabalho, eu apago o comentário e até bloqueio… mas o faço sem raiva, apenas por não gostar de pré-conceito e nem de falta de educação, disse.

“Se o candidato que eu votar hoje, por convicção ou por falta de opção, pisar na bola amanhã, não hesitarei em discordar. Aprendo com todos, mas não sigo ninguém… apenas meus princípios. Desejo paz e amor pra todos nós e repito: bora torcer pro Brasil dar certo… mas fiquemos de olho… em todos, sem exceção, afinal, esse país é nosso!”, completou.

A fala da ministra foi um dos assuntos mais comentados nesta semana. Um vídeo que começou a circular na web na última quarta-feira (04), ela aparece informando que o Brasil viverá uma nova era, em que meninos usam azul e meninas usam rosa.

A declaração faz parte do combate da ideologia de gênero– termo cunhado pela Igreja Católica contra a tese de que os gêneros masculino e feminino não são definidos na concepção ou no nascimento do bebê – e uma das resoluções do governo de Bolsonaro.

View this post on Instagram

Nota sobre o último post: Amigos, não concordo cegamente nem com meu próprio filho ou com a mulher que eu amo… quem dirá com um partido ou com um político… tenho opinião … e mudo se for preciso afinal as pessoas mudam … às vezes pra pior… Não sou de direita e nem de esquerda ! Sou de centro… Centrado no respeito, na educação, na democracia e no bom senso. Aos que apelam pra palavras de baixo calão no meu “pedaço” e que me rotulam pelo lugar em que eu trabalho, eu apago o comentário e até bloqueio … mas o faço sem raiva … apenas por não gostar de pré-conceito e nem de falta de educação. Se o candidato que eu votar hoje, seja por convicção ou por falta de opção, pisar na bola amanhã, não exitarei em discordar. Aprendo com todos mas não sigo ninguém … apenas meus princípios. Desejo paz e amor pra todos nós e repito : bora torcer pro Brasil dar certo … mas fiquemos de olho … em todos, sem exceção, afinal, esse país é Nosso !!! ??❤️??????

A post shared by Marcio Garcia : ) (@oficialmarciogarcia) on

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com