Depois da Havan, restaurante com dono bolsonarista patrocina Copa América no SBT

SBT
SBT começa a transmitir a Copa América 2021 neste domingo; quatro cotas de patrocínio foram fechadas (Imagem: Reprodução / SBT)

O SBT definiu quais empresas serão as patrocinadoras da transmissão da Copa América, que será sediada no Brasil e terá o seu início neste domingo (13). Depois de confirmar a Havan, do empresário Luciano Hang, a rede de restaurantes Madero também fechou acordo com a emissora paulista.

A empresa, cabe destacar, é controlada pelo paranaense Junior Durski. Ele também é um conhecido apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e chegou a divulgar vídeos nas redes sociais aderindo às manifestações em apoio ao político e também com críticas ao Congresso Nacional.

O bolsonarista, que era sócio de Luciano Huck, também sempre se disse orgulhoso por ter votado em Bolsonaro e é crítico das medidas restritivas tomadas pelos gestores municipais e estaduais durante a pandemia da covid-19.

“O Brasil não pode parar dessa maneira, o Brasil não tem essa condição. As consequências serão muito maiores do que as pessoas que vão morrer por conta do coronavírus”, declarou ele, em rede social, no ano passado.

Além da Havan e do Restaurante Madero, Betfair e CSN também acertaram cotas de patrocínios fechadas pelo SBT, para a CONMEBOL Copa América 2021.

A emissora de Silvio Santos dará início à transmissão exclusiva pela TV aberta, no seu site oficial e no aplicativo SBTVídeos a partir deste domingo, 13 de junho, às 17h30, com a partida entre Brasil e Venezuela, direto do estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Neste ano, o principal torneio da América do Sul organizado pela Conmebol, ocorrerá entre 13 de junho e 10 julho. Amanhã, serão exibidos flashes ao vivo na programação do canal, com as últimas informações sobre a estreia da Seleção Brasileira na competição.

Ontem, conforme noticiado pelo RD1, a Kwai, que é uma rede social chinesa concorrente do TikTok, pulou fora da decisão de vincular sua imagem às transmissões dos jogos. Além dela, as patrocinadoras Mastercard, Ambev, Diageo e TCL também não quiseram investir na Copa América 2021, que acontecerá em plena pandemia da covid-19.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›